No mundo, só Israel ainda vê EUA como nação amiga

27/3/2019, Elijah J. Magnier Blog ___________________________________________ Líbano decide confrontar Israel e EUA em Shebaa, Kfarshouba e na Síria O juiz libanês Ahmad Mezher ordenou que se investiguem e determinem-se as condições em que estão os territórios libaneses ocupados nas Fazenda Shebaa, Kfarshouba, Huneen, Ideise e Bleeda. Todas essas vilas fazem fronteira com Hasbaiya, Rashaya al-Fukhar ...

O “partido americano” nas instituições da União Europeia

Manlio Dinucci O Parlamento Europeu acaba de adoptar uma resolução para que a União cesse de considerar a Rússia como um parceiro estratégico, mas mais como uma inimiga da Humanidade. Ao mesmo tempo, a Comissão adverte contra a ameaça chinesa. Tudo se passa como se os Estados Unidos manobrassem a União para fazê-la entrar na ...

Pepe Escobar: Como as Novas Rotas da Seda fundem-se na Eurásia Expandida 1

13/12/2018, Pepe Escobar (de Moscou), Asia Times Traduzido pelo Coletivo Vila Mandinga O conceito de Eurásia Expandida é discutido já há algum tempo nos mais altos níveis da política e da academia russa. Essa semana a política foi apresentada ao Conselho de Ministros e parece pronta para ser aprovada e consagrada como principal linha de orientação ...

Quando se quer sancionar Estados, diz-se que eles são «terroristas»

Thierry Meyssan As novas sanções unilaterais dos Estados Unidos contra o Irã, a Rússia e a Síria juntam-se às precedentes envolvendo estes mesmos três alvos. Este pacote constitui agora o mais duro embargo na História. A maneira como elas foram lançadas é ilegal à luz da Carta das Nações Unidas: são armas de guerra concebidas ...

Conversações de Helsinki- Trump tenta reequilibrar o triângulo global

17/7/2018, Moon of Alabama “No futuro hoje previsível, o mundo terá três centros de poder. Uma Anglo-América atlanticista, Rússia e China. (A Europa, envelhecida e desunida, irá para onde os ventos a levem.) Esses centros de poder jamais farão guerra direta uns contra outros, mas não pararão de criar situações para desestabilizar as respectivas periferias. ...

Rolê pelo lado selvagem. Trump encontra Putin na Estação Finlândia

17/7/2018, Pepe Escobar, Asia Times “Todo mundo tinha de pagar e pagava um michê aqui, um michê ali” Rolê pelo lado selvagem (Lou Reed) “O outro elemento do gênio de Marx é uma intuição psicológica peculiar: ninguém jamais enxergou com olhos tão implacáveis a infinita capacidade humana de não perceber ou de encarar com indiferença ...

Quem tem medo do encontro Trump-Putin?

  27/6/2018, Stephen Cohen, The Nation Stephen F. Cohen, professor emérito de Política e Estudos Russos na NYU e em Princeton, e John Batchelor continuam suas conversas semanais sobre a nova Guerra Fria EUA-Rússia. As emissões anteriores do programa, que já está no quinto ano, podem ser ouvidas (ing.) em TheNation.com. Discutindo a aparente decisão ...

Que sentido haveria, por hora, num encontro Trump-Putin?

13/6/2018, Alastair Crooke, Strategic Culture Foundation O presidente Trump trouxe à baila a ideia – e chegou a sugerir um convite ao presidente Putin, para que viesse a Washington. Ostensivamente, parece boa ideia: détente entre Rússia e EUA permitiria escoar a pressão geopolítica que cresce na ‘retorta’ cheia, já estourando nos rebites. Uma reunião de ...

Entrevista com Alexander Dugin: Momento decisivo

Entrevista a Eurasia & M. East Eurasia & M. East: Dr. Dugin, em anos recentes temos assistido a uma tensão crescente nas relações entre EUA, UE e Rússia. Há quem diga que faz lembrar a “era da guerra fria”. O senhor concorda? Ou há algo mais? Alexander Dugin: A guerra fria foi o confronto entre ...

PARTE 2: Rússia & o Oriente Médio -“EUA aceitarão a derrota ou desafiarão o Urso Russo e o Dragão Chinês?”

28/3/2018, Elijah Magnier Blog @ejmalrai Com o fim da batalha de al-Ghouta e a derrota dos jihadistas, Moscou alcança seus objetivos no Levante. Apesar dos EUA, da União Europeia e da mídia mainstream em conjura para atacá-lo e demonizar suas políticas, o presidente Vladimir Putin da Rússia pode agora dizer “veni, vidi, vici“. Os EUA ...