Das armas de destruição maciça iraquianas às armas químicas sírias

Thierry Meyssan Num relatório de 1 de Março de 2019, a Organização Para a Interdição das Armas Químicas atesta que jamais houve substâncias químicas proibidas em Duma (Síria) aquando do ataque de 7 de Abril de 2018 ; o bombardeamento tripartido de represálias (Estados Unidos, França, Reino Unido) era pois injustificado. Este escândalo é exatamente ...

Recolonização

Thierry Meyssan Para Thierry Meyssan, uma das consequências do fim sucessivo do mundo bipolar e do mundo unipolar é o restabelecimento dos projectos coloniais. Sucessivamente, dirigentes franceses, turcos e ingleses publicamente afirmaram o retorno das suas ambições. Resta saber que formas poderão tomar no século XXI. Rede Voltaire | Damasco (Síria) | 15 de Janeiro ...

Apresentada uma queixa contra a França e a Turquia na UNESCO

Rede Voltaire | 14 de Dezembro de 2018 A República Árabe Síria apresentou uma queixa à UNESCO (Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura) contra a França e a Turquia por pilhagem de bens culturais. Os exércitos francês e turco supervisionaram escavações nos territórios que ocuparam (Manbij, Afrin, Idlib, Hassaka e Raqqa). ...

Consenso entre Ocidentais sobre a ausência de consenso na Líbia

Rede Voltaire | 4 de Setembro de 2018 Rejeitando por princípio toda a ajuda estrangeira, a assembleia das tribos líbias decidiu libertar-se, ela própria, do domínio dos jihadistas que partilham o seu território. Assim, combates começaram em Trípoli. Os Estados Unidos, que haviam confiado à França o cuidado de restaurar a ordem colonial na Líbia, ...

Na Líbia, Trump aposta na Itália contra a França

Rede Voltaire | 8 de Agosto de 2018 Recebendo o Primeiro-ministro italiano, Guiseppe Conte, em 21 de Julho de 2018, o Presidente Donald Trump confirmou publicamente que reconhecia a preeminência da Itália na Líbia. Ao fazê-lo, a Casa Branca minava os esforços do Eliseu de se apropriar do petróleo líbio. Durante a guerra da Administração ...

Relações internacionais: a calma antes de que tempestade?

Thierry Meyssan Todas as questões internacionais estão suspensas das eleições legislativas norte-americanas. Os partidários da antiga ordem internacional apostam numa mudança de maioria no Congresso e numa destituição rápida do Presidente Trump. Se o hóspede da Casa Branca lá se mantiver, os protagonistas da guerra contra a Síria terão que admitir aí a sua derrota ...

As reivindicações ocidentais sobre a Síria

Thierry Meyssan Enquanto no terreno, a guerra vai a caminho do fim e apenas resta Idlib para libertar dos terroristas, os Ocidentais retomam a campanha. Eles acabam de apresentar as suas reivindicações ao enviado especial da ONU, Staffan de Mistura. Sem surpresa, os Estados Unidos recusam o processo conduzido pela Rússia pela simples razão de ...

Sair da guerra contra a Síria

Thierry Meyssan A Casa Branca não consegue retirar-se da guerra na Síria. O Presidente Trump enfrenta-se, ao mesmo tempo, com o auto-proclamado «Estado Estável» (segundo o editorial anónimo do New York Times), que prossegue a estratégia Rumsfeld-Cebrowski, e com as reativadas ambições dos seus aliados israelitas, franceses, britânicos e turcos. A lógica destes interesses poderá ...

Quem quer relançar a guerra na Síria ?

Thierry Meyssan Sete anos após o início da guerra contra a Síria, por interpostos jihadistas, os partidários da sua destruição querem relançar a guerra. Ora, eles sofreram uma derrota clara no terreno onde a população, tendo hesitado por um instante, escolheu apoiar massivamente a República. Esta tentativa de fazer voltar a guerra ao seu início ...

Presidente da Síria, Bachar al-Assad – As verdadeiras razões da guerra na Síria ( entrevista completa)

24/6/2018, Entrevista à rede NTV, Rússia Vídeo Transcrição(texto aqui retraduzido), tradução e legendas (fr.) de Sayed Hasan, blog, e vídeo orig., legendado em francês. Entrevistador:  Senhor presidente, podemos agora recapitular os eventos, porque o Daech está quase derrotado, a capital Damasco está já quase totalmente em segurança e sob controle das forças governamentais e, até ...