Bem-vindo à Selva

29/10/2018, Pepe Escobar, especial para Consortium News It’s darkness at the break of (tropical) high noon [Bob Dylan, 1978] Faz escuro ao meio-dia (tropical) “Tudo isso se vai amalgamando num choque neoliberal bamboleante, radicalmente antipopular, ‘caído do céu’; parafraseando Lênin, um caso de fascismo como estágio superior do neoliberalismo.” __________________________________ Jean Baudrillard certa vez definiu ...

Por que Índia ignora sanções dos EUA e une-se ao Irã

3/6/2018, Pepe Escobar, Asia Times Prestem toda a atenção ao que o ministro de Relações Exteriores da Índia Sushma Swaraj, disse depois de se reunir com o ministro de Relações Exteriores do Irã Javad Zarif, no início dessa semana, em Nova Delhi: “Nossa política exterior não é feita sob pressão de outros países (…) Reconhecemos ...

Os BRICS vão criar a sua própria Internet

Rede Voltaire | 14 de Dezembro de 2017 Os BRICS (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul) vão dotar-se da sua própria governança de Internet afim de escapar ao controle dos Estados Unidos. Até agora, a Internet é governada pela ICANN (Internet Corporation for Assigned Names and Numbers- Corporação da Internet para Nomes e ...

G-20 do Inferno 1

9/7/2017, Pepe Escobar, SputnikNews Traduzido por Vila Vudu Uma história futura do G20 em Hamburgo pode começar com a pergunta que o presidente Donald Trump – na verdade, o assessor que redige seus discursos – propôs dias antes, em Varsóvia: “A questão fundamental de nosso tempo é se o Ocidente tem vontade de sobreviver.” A ...

Novo Modelo de Segurança Global para Mundo Multipolar

Novo Modelo de Segurança Global para Mundo Multipolar
24/8/2016, Tayyab Baloch, Katheon, Moscou Traduzido por Vila Vudu Papel de Rússia e China A China apareceu no cenário mundial como “Potência Global” com força militar e a economia que cresce mais depressa em todo o planeta. A liderança chinesa não só não se deixou engambelar pelo jogo sujo dos EUA que tudo fizeram para ...

‘Se BRICS renunciarem ao dólar isso pode levar a consequências geopolíticas catastróficas’ 1

'Se BRICS renunciarem ao dólar isso pode levar a consequências geopolíticas catastróficas'
O potencial econômico dos chamados países emergentes não está esgotado, afirma o especialista alemão em finanças Ernst Wolff em entrevista à Sputnik Alemanha. Os países dos BRICS – o Brasil, a Rússia, China, Índia e África do Sul – já são atores sérios na economia global. Consequentemente, o dólar está sob pressão. As consequências geopolíticas ...

EUA contra os BRICS: Corrupção como arma de propaganda

  4/4/2016, Robert Parry, Consortium News Traduzido por Vila Vudu “Ano passado, a USAID distribuiu um documento (fact sheet) no qual resume os próprios serviços de pagar jornalistas amigáveis em todo o mundo, inclusive para “formação e treinamento de jornalistas, desenvolvimento de negócios de mídia-empresa, construção de capacidade para instituições de apoio e reforço de ...

Síria: Como as narrativas matam! 1

23/3/2016, Sharmine Narwani, RT Traduzido por Vila Vudu _____________________________ Hoje se sabe que a luta do povo sírio e do governo sírio mudou o mundo. Reuniu russos e chineses (BRICS) e jogou-os na frigideira ‘ocidental’. E mudou a ordem global, de unipolar para multilateral – da noite para o dia. Se, no primeiro ano de ...

Lula é BRICS: A luta é de vida ou morte 16

8/3/2016, Pepe Escobar, RT Traduzido por Vila Vudu “BRICS” é a sigla mais amaldiçoada no eixo av. Beltway [onde ficam várias instituições do governo dos EUA em Washington]-Wall Street, e por razão de peso: a consolidação dos BRICS é o único projeto orgânico, de alcance global, com potencial para afrouxar a garra que o Excepcionalistão ...

Terremoto no Brasil ou É o petróleo, estúpido! 4

7/3/2016, Pepe Escobar, SputnikNews Traduzido por Vila Vudu Imagine um dos líderes políticos mais admirados em todo o planeta na história moderna arrancado do apartamento onde mora, às 6h da manhã, por agentes armados da Polícia Federal Brasileira, enfiado num carro sem identificação e levado ao aeroporto de São Paulo, para ser interrogado por mais ...