Presidente Bashar al-Assad : Nós lutamos pelo povo sírio, portanto, eles apóiam seu governo, exército e presidente

Entrevista com o Presidente Bashar  al-Assad ao TF1 francês e à EUROPA 1 Bashar al-Assad afirmou que a vitória em Aleppo é um passo importante no caminho para derrotar e eliminar o terrorismo do nosso país, acrescentando que “não pensamos que podemos falar de vencer a guerra a menos que vençamos os terroristas em toda a ...

Saudemos o presidente – “Um dia antes do dia depois, ou: Baixando a bola” 1

21/1/2017, Eric Margolis, Blog Traduzido po Vila Vudu Em geral evito eventos patrióticos. Invariavelmente me fazem lembrar o imbecilismo embandeirado que levou à 1ª Guerra Mundial. De fato, cheguei a ser expulso dos Escoteiros de New York City, porque comentei em voz alta que aquele exagero de bandeiras, tambores, música marcial e uniformes paramilitares pareciam ...

10 notícias mais desnoticiadas de 2016

3/1/2017, Neil Clark, SputnikNews Traduzido por Vila Vudu O que George Orwell teria feito de 2016?! Muitas das notícias mais promovidas pela mídia-empresa pró-establishment revelaram-se ou completamente falsas, como o ‘noticiário’ em dezembro de que estaria acontecendo um ‘Holocausto’ em Aleppo Leste, sem nem fiapo de prova, ou o ‘noticiário’ de que a Rússia teria ...

O Reino Unido retoma a formação de jihadistas na Síria

Rede Voltaire | 2 de Novembro de 2016 O ministro britânico da Defesa, Michael Fallon, anunciou que o seu país ia reformar o Exército Sírio Livre (ESL). O seu Governo retoma assim o programa de formação de combatentes, ditos «moderados», que havia sido lançado pelo Presidente Obama, em 2014. O Exército Livre Sírio havia sido ...

Britânicos admitem que guerra contra a Líbia foi movida à mentiras 1

Após o relatório sobre a conduta execrável do então primeiro-ministro britânico Tony Blair durante a invasão do Iraque, em 2003, o Reino Unido confronta-se agora com um novo documento, publicado em 14 de setembro de 2016. O texto detalha como a guerra contra a Líbia, em 2011, promovida pela Organização do Tratado do Atlântico Norte ...

O crepúsculo da Otan

 A história da Otan e as suas ações atuais permitem compreender como o Ocidente construiu as suas mentiras e porquê está agora refém delas. Os elementos contidos neste artigo são chocantes, mas é impossível desmentir os fatos. Quando muito podem-se agarrar às mentiras e persistir em manter-se nelas. Thierry Meyssan Rede Voltaire | Damasco (Síria) ...

Tropas britânicas entram na Síria e na Líbia para garantir que a guerra sobreviva ao Daesh

 15/6/2016, Dan Glazebrook, RT https://www.rt.com/op-edge/346513-britain-war-libya-troops-syria/ Traduzido por Vila Vudu Ao longo das últimas três semanas, soube-se que forças especiais da Grã-Bretanha estão engajadas atualmente em combate direto na Líbia e na Síria. Ostensivamente, lá estariam para combater contra o Daesh [também chamado “Estado Islâmico”, ISIS, ISIL]. Na verdade, o objetivo da ‘ação’ é impedir que ...

EUA: Democratas, com Hillary, são hoje o Partido da Guerra

8/6/2016, Robert Parry, Consortium News Traduzido por Vila Vudu Com a escolha de Hillary Clinton como sua indicada presuntiva às eleições presidenciais, o Partido Democrata passou a ser um agressivo partido da guerra, depois de ter sido o que se poderia dizer um partido relutante da guerra. Praticamente sem debate, essa virada histórica fecha um ...

Luta pela paz: A Otan e o gasto com armas pelo mundo

No Parlamento Europeu, Socorro Gomes participa de conferência sobre a Otan 6 DE JUNHO DE 2016 O Grupo Confederal da Esquerda Unitária Europeia/ Esquerda Verde Nórdica (GUE/NGL) do Parlamento Europeu, sediado em Bruxelas, realizou a Conferência pela Paz “Há uma alternativa – Não à OTAN”, nos dias 2 e 3 de junho. A presidenta do Conselho ...

Killary, Maligna Senhora das Desgraças

21/5/2016, Mistress of Malevolent Mayhem, in “Hillary Clinton’s ‘House of Cards’” (excerto),  Greg Maybury, Consortium News https://consortiumnews.com/2016/05/21/hillary-clintons-house-of-cards/ “O governo foi privatizado. Funcionários usam o cargo para enriquecer, não para buscar o bem público. Bill e Hillary Clinton levaram ao ápice o uso do cargo público para atender interesses do eleito, não do eleitor. Para os ...