Síria: 160 ‘jihadistas’ de nacionalidade francesa continuam no país

Os serviços secretos franceses calculam que permanecem na Síria 160 adultos franceses dos mais de 1.450 que desde 2012-2013 saíram para esse país e para o Iraque com o objetivo de combater em grupos ‘jihadistas’. 14:41 – 11/03/21 POR LUSA MUNDO SÍRIA Em entrevista hoje publicado no diário Le Fígaro, o coordenador francês da espionagem e de luta contra ...

Sistani envia mensagem, após a visita do Papa, aos EUA, ao Vaticano e à Palestina.

Escrito por Elijah J. Magnier: Há dois anos, o Papa Francisco assinou em Abu Dhabi, com o Imã de Al-Azhar, Ahmed Al-Tayeb, um documento da “Fraternidade Humana pela Paz Mundial e Viver Juntos”. Sua Santidade o Papa queria assinar um documento semelhante com um dos mais proeminentes representantes da comunidade xiita globalmente, o Grande Aiatolá Sayyed Ali ...

Pepe Escobar: Como Xinjiang “interfere” no acordo UE-China

15/9/2020, Pepe Escobar, Asia Times (aqui traduzido com permissão do autor)   Um “Especial” Pequim-Bruxelas-Berlim: e que videoconferência!   De Pequim, tivemos o presidente Xi Jinping. De Berlim, a chanceler Angela Merkel. E de Bruxelas, o presidente do Conselho Europeu Charles Michel e a presidente da Comissão Europeia Ursula von der Leyen. Os chineses definiram ...

Como Irã bombardeou base dos EUA e Trump conseguiu evitar uma guerra total

2/2/2020, Elijah J Magnier Blog Dia 3 de janeiro, depois da meia-noite, notícias sobre o assassinato do major-general iraniano Qassem Soleimani, do general-brigadeiro Hussein pour Jaafari, do coronel Shahroud Muzaffari Nia, do major Hadi Tameri e do capitão Wahid Zamaniam chegaram à embaixada do Irã em Bagdá. Funcionários da embaixada estavam em contato com o ...

«A arte da guerra» O Califa, filme CIA entre a ficção e a realidade

  Manlio Dinucci É um produto bem definido. No final de uma vasta operação especial na qual uma arma inenarrável foi usada, é aconselhável encenar a morte da pessoa que a incorporou. Esta é a melhor maneira de apagar os acontecimentos na opinião pública. Após a morte de Bin Laden, aqui está a de al-Baghdadi ...

Um foguete forçou os EUA à retirada- Detalhes do acordo curdos-russos-sírios

14/10/2019, Elijah J Magnier Blog [tradução corrigida, com quadro explicativo] Na Síria: um conto-do-vigário de duas guerras por procuração 17/10/2019, Patrick Henningsen, 21Wire TV EUA     → →→→ (ing. FDS) ‘FORÇAS DEMOCRÁTICAS SÍRIAS’ YPG/PKK (partidos curdos) ‘terroristas’ Ex-ISIS APOIADOS PELOS EUA TURQUIA     → →→→ (ing. FSA) ‘EXÉRCITO SÍRIO LIVRE’ Jihadistas terroristas APOIADOS PELOS EUA *********** 6ª-feira ...

Pepe Escobar – Na estrada de Damasco: como foi vencida a Guerra na Síria

18/10/2019, Pepe Escobar*, Especial para Consortium News Depois da aliança Damasco-curdos, a Síria pode bem ter sido a maior derrota da CIA desde o Vietnã – diz Pepe Escobar. _________________________ De Pepe Escobar, repassado, 20/10/2019, Facebook.** Sebastiano Caputo está em ‎دير الزور Deir-Ezzor (orig. italiano, aqui em trad. automática revista). “Ficamos 9 meses seguidos acampados ...

Os 15 campos de prisioneiros do Daesh no «Rojava»

Rede Voltaire | 17 de Outubro de 2019 A 6 de Outubro de 2019, mercenários curdos do «Rojava» guardavam —por conta dos Estados Unidos— 7 campos de detenção de combatentes do Daesh (E.I.) feitos prisioneiros, além de outros 8 campos para as suas mulheres e filhos. Segundo as YPG, aí haveria 14. 800 combatentes prisioneiros ...

Terrorismo: Os novos territórios do Daesh

Thierry Meyssan Muito embora já não haja mais razão de ser para a divisão dos jihadistas entre Alcaida e Daesh, as duas organizações perduram fazendo guerra no Médio-Oriente Alargado. Paradoxalmente, é agora a Alcaida quem gere um pseudo-Estado, na província de Idlib, e o Daesh quem organiza atentados fora dos campos de batalha, no Congo ...

Síria: A queda de al-Baghouz não será o fim do terrorismo islâmico

Rede Voltaire | 12 de Março de 2019 A OTAN lançou uma campanha de imprensa a propósito da batalha de al-Baghouz Fawqani. Trata-se de encenar a derrota dos «últimos jihadistas» com os avanços das Forças Democráticas da Síria —FDS (dita «força árabe-curda»)— e de justificar, assim, o fim das operações militares da Coligação Internacional anti-Daesh. ...