Atentado em Paris: manipulação e islamofobia 2

Por Maximiliano Sbarbi Osuna Nada justifica a barbárie cometida ontem, em Paris. Nem as charges zombando Maomé publicadas pela revista Charlie Hebdo, nem as missões de ocupação e bombardeio realizadas pela França actualmente contra três países muçulmanos. A morte de civis não tem explicação racional.Mas a forma como a mídia e os formadores de opinião tratam ...

Pepe Escobar: Quem se beneficia com o assassinato de Charlie? Só os interessados em demonizar o Islã

8/1/2015, [*] Pepe Escobar, Asia Times Online − The Roving Eye “Who profits from killing Charlie?” Traduzido pelo pessoal da Vila Vudu Revide anti-império. Uma mini-Damasco. Mas a coisa toda fede. Como é possível que os assassinos fossem tão eficientes? E como conseguiram escapar? [Russia insider]  Charlie Hebdo – os mortos, os suspeitos e a polícia Putin é culpado. ...

Polícia mata atiradores do jornal Charlie Hebdo

  Em uma operação que durou várias horas, a polícia francesa matou os irmãos Cherif e Said Kouachi, responsáveis pelo ataque terrorista à redação do jornal Charlie Hebdo na quarta-feira, deixando 12 mortos; eles estavam cercados em uma empresa na cidade de Dammartin, a noroeste de Paris, e mantinham uma pessoa refém, que saiu ilesa; ...

Suspeitos de ataque à revista Charlie Hebdo tomaram reféns na França

Foto: AP/Thibault Camus Os dois suspeitos da autoria do ataque à revista satírica Charlie Hebdo, no centro de Paris, Cherif e Said Kouachi tomaram reféns na vila de Dammartin-en-Goële, no departamento de Seine-et-Marne, a 42 quilómetros da capital. Esta informação foi comunicada pela agência France-Presse. O número de reféns não foi divulgado. Só se sabe que ...

Nota Pública Fearab América Janeiro de 2015

    É com imenso pesar e muita consternação que a Federação das Entidades Americano-Árabes (Fearab América) vem a público repudiar veemente o ataque covarde ocorrido na última quarta-feira, 07 de janeiro de 2015, ao periódico francês Charlie Hebdo.  Lamentavelmente, a violência e a intolerância permeiam de forma oportunista a sociedade como um todo e ...

Morte em Paris

POR ANTONIO MARTINS 07/01/2015 Por que o “Charlie Hebdo” foi atacado. As manifestações e o risco de mais xenofobia na Europa. Os sinais de um sistema em crise profunda Uma das hipóteses mais lúgubres do sociólogo Immanuel Wallerstein concretizou-se, em parte, esta manhã em Paris. Dois homens encapuzados e vestidos de negro, aparentando (ou simulando) ser ...

Atentado no Charlie Hebdo

Atentado no Charlie Hebdo REDE VOLTAIRE | 8 DE JANEIRO DE 2015  Pelo menos três homens armados irromperam, a 7 de janeiro de 2015, na sede do semanário satírico francêsCharlie Hebdo. Eles abriram fogo, aos gritos de «Alá Akbar!». Pelo menos 12 pessoas morreram, 4 outras estão em estado grave, e uma dezena de outras ficaram ...

Atentado terrorista contra revista satírica em París

Foto: REUTERS/Jacky Naegelen Pelo menos doze pessoas foram mortas nesta quarta-feira depois que dois terroristas islâmicos abriram fogo na sede da revista satírica Charlie Hebdo, no centro de Paris. Dois agentes da polícia e dez funcionários da redação, incluindo quatro proeminentes cartunistas franceses, estão entre as vítimas do atentado. Pelo menos cinco pessoas estão gravemente ...

Morrem doze pessoas em París em ataque armado contra um periódico satírico

07/01/2015 París, SANA No centro de Paris, 12 pessoas, entre elas dois policiais, morreram em um ataque armado com uma metralhadora e morteiro que foi lançado contra o diário francês            ” Charlie  Hebdo”. Segundo informações da AFP, o presidente François Hollaande, descreveu o ataque como “extremamente cruel”, chamando à “unidade” ...

O Tribunal Administrativo Paris admite a responsabilidade francesa na Síria

REDE VOLTAIRE | 1 DE JANEIRO DE 2015  A 20 de dezembro de 2014, o Tribunal Administrativo de Paris julgou improcedente a ação civil empreendida por sete Sírios contra o ministro dos Negócios Estrangeiros (Relações Exteriores-br), Laurent Fabius, por ter incentivado a guerra na Síria, e, desde logo, por cumplicidade nos assassinatos e massacre das suas ...