“Paradise Now”: Cinema e História

Share Button

Por Babel Hajjar.

Acontece  nesta 5a feira, 5 de dezembro de 2013, às 15h, a exibição comentada do filme “Paradise Now”, no ciclo de Cinema e História Contemporânea da Universidade Federal do ABC (UFABC). O responsável pela atividade é o Prof. Igor Fuser do curso de Relações Internacionais da universidade. Para comentar o filme, estará presente o jornalista e pesquisador acadêmico José Arbex Jr., professor na Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP). Como repórter (foi correspondente internacional e editor da Folha de S.Paulo) José Arbex Jr conheceu de perto a realidade apresentada no filme. Ele também é autor de dois importantes livros que analisam a cobertura da mídia sobre os conflitos internacionais: Jornalismo Canalha e Showrnalismo – A Notícia como Espetáculo. É editor especial da revista Caros Amigos e foi diretor de redação do semanário Brasil de Fato.

Paradise

Contexto e Sinopse

Entre meados da década de 1990 e os primeiros anos do presente século, centenas de jovens palestinos morreram como homens-bombas (em alguns casos, mulheres-bombas), como uma forma extrema de lutar contra a insuportável ocupação da Palestina pelo Estado de Israel. O que leva uma pessoa comum a cometer suicídio em nome da libertação do seu povo? Esse é o tema de Paradise Now, da diretora palestina Hani Abu-Assad, o filme desta semana no ciclo Cinema e História Contemporânea, da UFABC.

Paradise Now relata as últimas horas de vida de dois amigos de infância, moradores da cidade de Nablus, na Cisjordânia, um território palestino ocupado e controlado militarmente por Israel. Eles foram recrutados para um ataque suicida na cidade israelense de Tel Aviv. Serão considerados mártires pelos palestinos.

O filme, de 2005, aborda o conflito em uma perspectiva humanista, retratando o cotidiano da população palestina submetida à ocupação estrangeira: a humilhação diária, as restrições à locomoção. O debate em torno das formas de luta está presente ao longo da narrativa, suscitando a polêmica sobre a eficácia da tática dos atentados suicidas, utilizada na época por uma parcela da resistência palestina.

O drama pessoal dos personagens é acompanhado pela dúvida se o sacrifício valerá a pena como meio de elevar os custos da ocupação ou se, ao contrário, a ação suicida servirá apenas para alimentar o discurso israelense da “legítima defesa” para a manutenção do controle ilegal do território palestino.

Paradise Now foi a primeira obra palestina indicada ao Oscar e recebeu o Globo de Ouro de melhor filme estrangeiro.

Toda a comunidade universitária da UFABC (estudantes, professores e técnicos-administrativos), assim como a população em geral, está convidada a participar dessa atividade, promovida pela Pró-Reitoria de Extensão Universitária (ProEx) e pelo Bacharelado em Relações Internacionais da UFABC.

A entrada é gratuita e convidados de fora da UFABC são bem-vindos. Aos participantes será concedido um certificado, válido (no caso dos estudantes universitários) como atividade complementar.

Para inscrições e informações, é só enviar mensagem para cinemaehistoria2013@gmail.com

Local e horário

UFABC – Rua Arcturus, 3 –  Bloco Beta –  Jardim Antares, próximo ao Ginásio Poliesportivo – São Bernardo do Campo – SP – 5a feira, 5/12/2013  às 15 horas.

Share Button

Deixar um comentário