Visita surpresa de Netanyahu à Jordânia

Share Button

O Primeiro-ministro israelense (israelita-pt), Benjamin Netanyahu, realizou uma visita surpresa a Amã. Ele estava acompanhado pelo Diretor do Mossad, Yossi Cohen. A delegação foi recebida pelo Rei Abdallah II.

De acordo com nossas informações, os encontros se concentraram sobre o estabelecimento de forças pró-iranianas no Sul da Síria e —antes da chegada da delegação norte-americana de Jared Kushner e Jason Greenblatt— ao plano de paz dos norte-americanos.

- Israel e a Jordânia estão preocupados com os preparativos de uma ofensiva do Exército Árabe Sírio e seus aliados no sul do país. Os dois países reconheceram que não há tropas iranianas na Síria, unicamente conselheiros militares. No entanto, eles temem que o Hezbollah e as milícias xiitas afegãs e iraquianas, pró-iranianas, se instalem na região.

- Israel e Jordânia estão tentando aproximar seus pontos de vista para bloquear o plano de paz dos EUA. Eles teriam concordado com o princípio da «solução de dois Estados», na qual o Estado palestino faria parte da Jordânia “Alargada” para a Cisjordânia. Com isso em mente, os dois líderes examinaram os meios de facilitar o transporte e o comércio entre a Jordânia e a Cisjordânia. A questão da soberania jordaniana (jordana-pt) sobre os santuários religiosos, judeus, cristãos e muçulmanos de Jerusalém foi igualmente discutida.

Tradução
Alva

Share Button

Deixar um comentário