Um guia para entender o escândalo dos “hackers russos” 1

A Agência Central de Inteligência dos EUA (CIA), o FBI e a Agência de Segurança Nacional (NSA) divulgaram na última sexta-feira (6) um novo relatório sobre o escândalo dos supostos ciberataques russos à Convenção Nacional Democrata, durante as eleições norte-americanas, e a uma tentativa maior por parte do Kremlin em eleger Trump, prejudicando Hillary Clinton. Tendo ...

Golpismo chega ao seio do imperialismo: Neocoservadores declaram guerra contra Trump  1

 Depois de vários movimentos frouxos e vacilantes, não há outro modo de descrever o que os neoconservadores acabam de fazer, se não como uma declaração de guerra contra Donald Trump. 11/1/2017, The Saker, The Vineyard of the Saker Tudo começou com a CNN, que publicou artigo intitulado “Chefes da inteligência apresentam a Trump denúncias dos ...

O que Trump precisa saber sobre o Irã?

Seyed Hossein Mousavian1, Tehran Times, 08/01/2017 Tradução Livre de Abu Hana J.T. Cairus A eleição de Donald Trump pode ser enervante para muitos líderes mundiais, mas eles não têm escolha senão se relacionar com o presidente eleito da nação mais poderosa do planeta. Exceção feita ao Irã, que mantem relações extremamente hostis com os EUA. ...

A palavra nos EUA hoje é… “impeachment” : Campanha para desestabilizar o governo Trump

4/1/2017, Prof Michel Chossudovsky, Global Research (excerto) Traduzido por Vila Vudu A agenda de política externa de Trump já foi alvo de “golpes sujos” desencadeados pela facção Clinton. Mas o novo governo eleito também tem apoiadores empresariais poderosos que com certeza responderiam – e estão respondendo – aos movimentos dos neoconservadores, inclusive apoiadores que operam ...

Pela primeira vez, Estados Unidos experimentam o golpismo ao estilo latino-americano 1

A CIA, que está se metendo na política doméstica, participa de uma conspiração para negar a decisão constitucional da eleição de Donald Trump. Fonte: Carta Maior Entrevista realizada pelo jornalista uruguaio Efraín Chury Iribarne com o sociólogo estadunidense ames James Petras, professor da Universidade de Binghamton (NY) e autor de vários trabalhos sobre questões políticas ...

THE SAKER: Neoconservadores: pânico e agonia

Há claros sinais de que os neoconservadores que regem o Império Anglo-sionista e seu ‘estado profundo’ estão em estado bem próximo do pânico; suas ações indicam que estão, sim, realmente em pânico. The Saker, Unz Review e The Vineyard of the Saker No front doméstico   No front doméstico, os neoconservadores recorreram a todos os ...

Donald Trump põe fim à política de mudança de regimes

Rede Voltaire | 5 de Dezembro de 2016 Recusando-se a convocar uma conferência de imprensa e a responder aos convites dos grandes canais de televisão, Donald Trump dirigiu-se diretamente aos Norte-americanos via YouTube. Depois, ele começou uma turnê (tournée-br) através do país para agradecer aos seus eleitores. Discursando a 1 de Dezembro de 2016 em ...

Tudo o que você precisa saber sobre nomeado secretário de Defesa dos EUA

Com a nomeação pelo presidente-eleito Donald Trump do novo secretário para Defesa norte-americana, a Sputnik apresenta todos os fatos mais interessantes que vale saber sobre o político. Fonte: Sputnik O general James Mattis, apelidado como “Mad Dog” (traduzido literalmente como “cachorro louco”) deverá ser nomeado ao posto oficialmente na próxima segunda-feira (5), mas o republicano-vencedor ...

Thierry Meyssan: Pode Trump ter êxito?

Enquanto a imprensa atlantista persiste em projetar sobre Donald Trump os aspectos artificiais que Hillary Clinton impôs durante a campanha, e se multiplicam os apelos para o assassínio do Presidente eleito, este prepara-se para mudar de paradigma, para derrubar a ideologia puritana que dominou o seu país durante dois séculos. Mas, poderá ele ter êxito? ...

EUA diante da pior crise de sua história. E como o exemplo de Putin bem poderia inspirar Trump

22/10/2016, The Saker, Unz Review (de Vineyard of the Saker) Traduzido por Vila Vudu Assistir ao último debate entre os candidatos à presidência dos EUA foi experiência deprimente. Achei que Trump saiu-se bastante bem, mas não é esse o ponto aqui. O ponto é o seguinte: não importa quem vença, uma crise aguda é inevitável. ...