2018: pontos críticos estão na Eurásia e no Oriente Médio

29/12/2017, MK Bhadrakumar, Indian Punchline O leitmotif da política exterior dos EUA em 2018 será uma tentativa de última fronteira para ‘conter’ o ressurgimento da Rússia no cenário mundial. O ‘relatório anual’ do secretário de Estado dos EUA Rex Tillerson no New York Times na 4ª-feira deixa isso abundantemente claro. Tillerson destacou China, Rússia e ...

E se a China tiver a chave do quebra-cabeça afegão?

141/2016, Pepe Escobar, RT – https://www.rt.com/op-edge/328912-afghan-puzzle-us-taliban/ Traduzido por Vila Vudu Como Lázaro, há razões para crer que o processo de paz afegão pode ter tido uma chance de ressuscitar na 2ª-feira passada em Islamabad, quando quatro grandes players – Afeganistão, Paquistão, EUA e China – sentaram-se ao mesmo tempo à mesma mesa.Mas o comunicado final ...

Quem contraporia Índia e Paquistão?

Shelley Kasli O recente ataque contra uma base militar indiana, como ataques anteriores na Índia, tem sido atribuído ao Paquistão. Enquanto ainda está para ser estabelecido se ou não os terroristas estavam trabalhando com o apoio de Islamabad, esses eventos poderiam dificultar a normalização das relações entre os dois vizinhos. Ainda, como Shelley Kasli observou, ...

Enquanto os cães da ignorância ocidental ladram, a homenagem chinesa ao fim da 2º Guerra Mundial passa

31/8/2015, Pepe Escobar, RT Traduzido por Vila Vudu A importância para a China do desfile da próxima 5ª-feira [no Br., 4a-feira, 9/9], que celebrará os 70 anos do fim da 2ª Guerra Mundial no Pacífico Asiático, é imensa. A rendição dos japoneses foi formalmente assinada no porta-aviões USS Missouri, na Baía de Tóquio, dia 2 ...

Reformatar o quadro de energia: Irã, China e Oleogasodutostão

O Oleogasodutostão – o grande tabuleiro de xadrez da energia eurasiana – nunca dorme. Recentemente, foi a Rússia quem jogou e encestou muito bem em todos os fronts: dois meganegócios de gás assinados com a China, ano passado; o lançamento do Ramo Turco, substituindo o Ramo Sul; e a duplicação do Ramo Norte, para a ...

Pepe Escobar: Wahhabistas atômicos- literalmente

22/5/2015, [*] Pepe Escobar, Asia Times Online “Wahhabis go nuclear — literally” Traduzido pelo pessoal da Vila Vudu Adivinhem portanto o que a terminalmente paranoica Casa de Saud está tentando: pôr as mãos numa bomba atômica para responder ao ataque da inexistente “bomba iraniana” – que Teerã, pela voz do Supremo Líder Aiatolá Khamenei, repetidas vezes já esconjurou ...

Os EUA vão vender armamento de cerca de 1 bilhão de dólares ao Paquistão

REDE VOLTAIRE | 26 DE ABRIL DE 2015 De acordo com a Agência de Cooperação da Defesa (DSCA), o Departamento de Estado norte-americano autorizou a venda ao Paquistão de 952 milhões de dólares de armamento, incluindo 15 helicópteros de ataque Viper e 1.000 mísseis Hellfire II. No caso em que o Paquistão se juntasse à ...

Iêmen e a reformatação do mapa geopolítico no Oriente Médio

21/4/2015, [*] Graham E. Fuller – (blog) Has Yemen reshaped the Middle East geopolitical map? Traduzido pelo pessoal da Vila Vudu   “Estados do Bloco Norte” (Turquia, Irã e Paquistão) Será que alguém ainda se lembra do velho conceito geopolítico da Guerra Fria, de “estados do Bloco Norte”? Eram três países – Turquia, Irã e Paquistão (às vezes ...

Territórios de terror

Foto: AP- Militantes do EI Por Vadim Fersovich Costuma-se considerar que no mundo hoje existe um “estado” terrorista. Na verdade, eles já são vários. E todos eles são igualmente perigosos e cruéis. Atualmente, uma luta eficaz para eliminar “territórios de terror” está sendo conduzida, talvez, apenas no Iraque e na Síria contra o Estado Islâmico. Nela ...

Barack Obama promove “guerra não declarada”

Por: Oleg Severguin Foto: Fotolia/Oleg_Zabielin O semanário alemão Die Zeit qualificou como uma “guerra não declarada” o uso pelo Pentágono de veículos não tripulados no combate aos “terroristas”. Os drones têm sido utilizados no Afeganistão, no Paquistão e em uma série de outros países. Para além de aspectos dúbios desse método de “assalto de tocaia”, na ...