Síria diz que expulsará soldados turcos da província de Idlib

Share Button

Representante do governo sírio fez declarações após plenária de negociações sobre cessar-fogo na Síria, que também teve participação da oposição armada

Moscou – A Síria acusou nesta segunda-feira à Turquia de violar a soberania e a integridade territorial do país e ameaçou expulsar às tropas turcas que estão na província de Idlib, último refúgio da oposição armada síria.

“É um direito legítimo do povo sírio recuperar todos os territórios arrebatados do nosso país pela Turquia. As forças otomanas estiveram quatro séculos em território sírio. Desta vez também vamos expulsá-los”, disse Bashar Jaafari, chefe da delegação síria nas negociações para a paz que foram realizadas hoje na cidade russa de Sochi.

Segundo ele, apesar de o melhor ser recuperar Idlib com um processo de reconciliação nacional, “se não for possível, o Exército tem todo o direito de recuperar esse território pela força”.

O representante do governo sírio fez estas declarações após a plenária da décima rodada de negociações sobre o cessar-fogo na Síria, que também teve a participação da oposição armada e das delegações de Rússia, Turquia e Irã, os três países fiadores do fim das hostilidades. Ele acusou a Turquia de violar várias vezes os acordos alcançados nas negociações que aconteceram em Astana e continuarão em Sochi, após nove rodadas anteriores na capital cazaque.

“Nossos amigos da Rússia e do Irã respeitam os seus compromissos sobre a soberania da Síria. No que se refere à Turquia, (…) é o único país do formato de Astana que descumpre os acordos”, afirmou Jaafari.

Aproveitando o encontro em Sochi, ele anunciou o fim da operação do Exército sírio na província de Deraa. Ontem, eles recuperaram dos jihadistas o controle total da região.

Há alguns dias, o presidente sírio, Bashar al-Assad, disse em entrevista a jornalistas russos que a liberdade da província de Idleb era prioritária. Agora que Damasco está a ponto de recuperar os últimos redutos da oposição nas províncias de Deraa e Al-Quneitra, Idleb é a última região da Síria praticamente toda controlada por milícias rebeldes que têm apoio da Turquia.

Fonte Exame

Share Button

Deixar um comentário