Ramsey Clark condena apoio dos EUA a grupos terroristas na Síria

Share Button

Damasco, (Prensa Latina) O apoio de Estados Unidos às bandas terroristas que operam em Síria é uma prática perigosa que aponta à escalada dos combates, afirmou aqui o ex fiscal geral norte-americano Ramsey Clark.

“Treinar e armar às pessoas e instá-los a tomar parte em atos de violência na contramão de outro país é inaceitável, e não é o caminho correto para conseguir a paz mundial”, disse Clark durante uma entrevista transmitida ontem à noite pela televisão síria.

O ex fiscal estadunidense, que visitou Damasco encabeçando uma delegação de ativistas e políticos dos Estados Unidos, reconheceu que Síria está passando por tempos difíceis.

No encontro televisivo, Clark realçou os esforços do governo encabeçado pelo presidente Bashar Al-Assad para enfrentar e evitar a violência gerada pelos grupos armados.

Acusou também aos traficantes de armas, que segundo ele, são quem geram a violência no mundo.

A sua vez, mostrou-se esperançoso em que o terrorismo internacional pode ser freado através dos esforços dos países afetados, de acordo às leis internacionais e a responsabilidade legal da cada qual.

Também condenou a decisão da Casa Branca em armar os grupos extremistas anti governamentais, pois essa ação vai contra as próprias leis dos Estados Unidos.

Clark sublinhou que sobre Washington será preciso toda a responsabilidade, se as armas e o dinheiro que oferece à suposta oposição armada síria, foi parar nas mãos dos grupos terroristas.

 

 

Share Button

Deixar um comentário