Qual é a escala do ciberataque que ‘sequestrou’ computadores pelo mundo? 2

Share Button

Especialistas em segurança digital se reuniram neste sábado (13) para discutir o impacto global do ataque cibernético contra dezenas de países, governos e empresas ocorrido nesta semana.

Fonte: Sputnik

ciberataque-pede-por-resgate-para-liberar-sistema-afetado-1494612667544_615x300

A expectativa é de conseguir identificar os responsáveis pelo ataque do tipo ransomware — uma espécie de vírus que bloqueia o computador da vítima e pede um resgate. Os usuários atingidos recebiam um pedido de dinheiro que aumentava conforme o passar do tempo sob a ameaça de que os seus arquivos seriam destruídos se o pagamento não fosse feito. Os relatos são de que o valor começava em 300 dólares.

“O ataque recente está em um nível sem precedentes e exigirá uma investigação internacional complexa para identificar os culpados”, disse a Europol, agência policial da Europa.

Mikko Hypponen, chefe de pesquisa da F-Secure, disse à agência AFP que a investida hacker foi “o maior ataque do gênero na história”, afirmando que 130 mil sistemas em mais de 100 países foram afetados.

Ele disse que a Rússia e a Índia foram particularmente atingidas já que o Windows XP ainda é altamente utilizado nestes países. A Microsoft, fabricante do software, disse que a situação era “dolorosa” e que estava tomando “todas as ações possíveis para proteger nossos clientes”.Já a empresa Symantec, uma das líderes do mercado de segurança digital, afirmou que a maioria das organizações afetadas está na Europa e que o ataque não teve alvos específicos

É possível que o ataque tenha usado uma ferramenta da própria Agência Nacional de Segurança dos Estados Unidos (NSA, na sigla em inglês) que vazou.

Nos Estados Unidos, a companhia de logística FedEx reconheceu ter sido atingida pelo malware e disse que estava “implementando reparos o mais rápido possível”. A montadora francesa Renault foi forçada a parar a produção nas fábricas na França, Eslovênia e Romênia, afirmando que a medida visava impedir que o vírus se espalhasse.O Departamento de Tecnologia da Informação do Ministério do Interior da Rússia informou que um grande ciberataque atingiu os computadores do órgão que operam com o sistema Windows nesta sexta-feira (12).

O Ministério detectou um ataque de vírus contra os computadores pessoais do departamento equipados com o sistema operacional Windows”, disse a porta-voz da pasta, Irina Volk.

Ela observou que todas as máquinas que foram infectadas — um total de mil — já foram bloqueadas. Segundo a porta-voz, os computadores atingidos representam menos de 1% das máquinas do órgão.

O ataque cibernético mundial também chegou ao Brasil, tirando do ar os sites do Tribunal de Justiça e do Ministério Público de São Paulo.

O ciberataque desativou hospitais, universidades e companhias de comunicações de 74 países. De acordo com a empresa russa de cibersegurança Kaspersky, a Rússia foi o país mais atingido em número de máquinas afetadas.

Uma ferramenta de hacking roubada da Agência Nacional de Segurança dos Estados Unidos (NSA, na sigla em inglês) foi usada em um grande ataque cibernético contra organizações em todo o mundo, segundo relatos da mídia nesta sexta-feira.

De acordo com o Financial Times, que citou analistas de segurança cibernética, os hackers usaram uma ferramenta conhecida como Eternal Blue, desenvolvida pela NSA, bem como ransomware conhecido como WannaCry.

A ferramenta Eternal Blue permite que o malware, que criptografa dados em computadores, se espalhe através de protocolos de compartilhamento de arquivos configurados entre organizações, de acordo com a fonte de notícias.

A mídia informou no início do dia que o ataque afetou organizações em dezenas de países, incluindo pelo menos 16 instituições do Serviço Nacional de Saúde do Reino Unido, o principal provedor de serviços de telecomunicações da Espanha, a empresa Telefonica e o jornal chinês The People’s Daily.

De acordo com o SonicWall Annual Threat Report, em 2016 o número de ataques de ransomware aumentou em mais de 100 vezes.

Share Button

2 thoughts on “Qual é a escala do ciberataque que ‘sequestrou’ computadores pelo mundo?

  1. Responder ideals jul 12,2017 3:37

    Eu amo este artigo, amigo. Se algo acontecer, as salas de dados virtuais são de grande ajuda quando se trata de salvar e compartilhar tais informações confidenciais seguro.

Deixar um comentário