Presidente al-Assad: Os cristãos são a base da pátria

Share Button

Presidente al-Assad: A Síria é um país homogêneo; Os cristãos são a base da pátria.

Damasco, SANA – O Presidente Bashar al-Assad recebeu no domingo participantes da “Assembléia Geral Para a Juventude Siríaca na Síria 2017” na presença do Patriarca de Antioquia e de todo o Oriente,  o ortodoxo siríaco Mor Inácio Aphrem II e vários outros patriarcas.

Durante a reunião, as discussões centraram-se no papel das gerações da juventude na construção do futuro da Síria e na importância de impulsionar o diálogo que será consolidado por tais reuniões.  A reunião também tratou da necessidade da existência cristã na Síria, em geral, e em particular da sua permanência na síria, pois são um elemento básico, constitutivo da estrutura nacional síria. Foi reafirmada a importância do seu papel, profundamente enraizado, diante das contínuas tentativas de deslocamento que tiveram que enfrentar, ao serem atacados pelo terrorismo e seus apoiantes.

O Presidente al-Assad afirmou que tais fóruns enviam uma mensagem clara para dentro e para fora de que os cristãos não são convidados ou pássaros emigrantes, mas são a base da existência da pátria e, sabemos que sem eles não teríamos a Síria plural e diversa. Ao mesmo tempo, sabemos que os cristãos sem a Síria não têm terra nem existência.

O Presidente disse, que o poder dos cristãos orientais vem da sua vida com outras religiões em nossa região e, na Síria, durante séculos, como a Síria é um país homogêneo, algo que fez com que alguns lados visassem o cristianismo em nossa região para perturbar essa harmonia e dividir a região em estados religiosos e sectários para legalizar a existência do estado judeu na Palestina ocupada, tema que não será aceito por nenhum sírio.

O Presidente al-Assad acrescentou que o fracasso das tentativas de exercer pressão sobre os cristãos levou nossos inimigos a direcioná-los visando o islã através do extremismo,ao buscar  uma mentalidade extremista, que nunca pode viver com qualquer outro que não adote a sua mesma mentalidade. Porém, nós, como sírios, nunca permitimos que o agressor sabote nosso país usando um método de subdesenvolvimento ou de  visão limitada.

O Patriarca Aphrem II, por sua vez, afirmou que um dos principais objetivos da Assembléia é impulsionar o diálogo entre diferentes espectros da sociedade síria e enfrentar a propaganda comercializada pelos inimigos da Síria de que o que está acontecendo no país é “um processo civil guerra “, acrescentando que os cristãos na Síria estão comprometidos com suas terras.

Os participantes da juventude falaram sobre uma série de questões que se concentraram na situação na Síria, e no papel  participativo da juventude e na sua determinação e firmeza na construção do futuro da Síria.

Fonte : Sana

Share Button

Deixar um comentário