“Pivô” na Eurásia

Share Button
Pepe Escobar no canal Griboedov em São Petersburgo (não dá pra ver, mas ele tá lá)

Pepe Escobar no canal Griboedov em São Petersburgo (não dá pra ver, mas ele tá lá)

[*] Pepe Escobar, Facebook, em 21/5/2014

Traduzido pelo pessoal da Vila Vudu

 

Escrevo de São Petersburgo, cidade na qual, nas próximas horas e dias, haverá diversão da boa, garantida.

O timing para firmar o negócio de gás acordo Rússia-China de US$400 bilhões em Xangai, não poderia ser mais ESPETACULAR. É coisa IMENSAMENTE estratégica. Primeira coisa que fiz hoje cedo, mal cheguei ao aeroporto Schiphol, desembarcado em São Petersburgo, foi procurar jornais. A primeira página do Wall Street Journal, noticiava, pode-se dizer que com algum júbilo, “Negócio Rússia-China de gás emperrou”. Dois telefonemas depois da manchete precipitada, estava tudo resolvido, selado, assinado e confirmado.

Significa, dentre muitas outras coisas, que as sanções de EUA/UE contra Moscou já têm de ser analisadas pelo que realmente são: piada.

Analisem a declaração conjunta Rússia-China sobre a Ucrânia; é crise “doméstica”. “É indispensável que se encontrem ou se criem meios pacíficos, políticos, para resolver problemas que surjam”.

Entrementes, o Primeiro-Ministro Medvedev disse à TV Bloomberg que sim “estamos andando lenta, mas com certeza na direção de uma segunda Guerra Fria”. Subtexto: é o que Washington deseja.

Analisem então o que Xi disse a Putin:

O desenvolvimento posterior de uma parceria ainda mais ampla entre Rússia e China, com cooperação estratégica baseada nos interesses mútuos e ditada pela necessidade de promover justiça e igualdade no mundo, manter a paz no planeta, e pela necessidade de alcançar a prosperidade conjunta da China e da Rússia, é escolha inevitável que brota do próprio processo de formação de um mundo multipolar.

E analisem o que disse Putin, sobre o progressivo ultrapassamento do petrodólar:

Estamos trabalhando para aumentar a quantidade de pagamentos que serão feitos em moedas nacionais, e planejamos considerar novos instrumentos financeiros.

É coisa grande, MUITO, MUITO GRANDE, mais do que se pode ver já. Quase nem se acredita! Moscou completou o mais elegante e perfeito pivô estratégico na direção da Ásia e a China bailou junto, em perfeita harmonia.

Parabéns, governo Obama: vocês são excepcionais no basquetebol.

__________________

[*] Pepe Escobar (1954) é jornalista, brasileiro, vive em São Paulo, Hong Kong e Paris, mas publica exclusivamente em inglês. Mantém coluna (The Roving Eye) no Asia Times Online; é também analista de política de blogs e sites como: Tom Dispatch, Information Clearing House, Red Voltaire e outros; é correspondente/ articulista das redes Russia Today, The Real News Network Televison e Al-Jazeera. Seus artigos podem ser lidos, traduzidos para o português pelo Coletivo de Tradutores da Vila Vudu e João Aroldo, no blog redecastorphoto.

 

Share Button

Deixar um comentário