Opinião: ataque israelense contra exército sírio em Palmira comprova seu apoio ao Daesh

Share Button

O especialista militar sírio e tenente, Muhammed Isa, declarou à Sputnik Árabe que o ataque da Força Aérea de Israel contra posições do exército sírio em Palmira, realizados hoje (17), comprovam o apoio de Israel ao Daesh, organização terrorista proibida na Rússia e em muitos outros países.

Fonte: Sputnik
Isis_daesh_etat_islamique_financement_usa_israel_sionisme-9a270-76d0e

O ataque teve como objetivo apoiar os terroristas do Daesh, evidenciando que Israel continua prestando apoio ao terrorismo — inimigo número 1 do Ocidente, afirma o tenente à Sputnik Árabe.De acordo com as palavras do tenente sírio, quatro aviões israelenses bombardearam as posições dos militares sírios, mas quando os aviões estavam voltando, foram atacados pelas forças de defesa antiaérea síria. Os mísseis sírios atingiram os aviões israelenses quando estavam sobrevoando as Colinas de Golã. Em resultado, um avião foi abatido, o segundo — danificado, os outros aviões conseguiram escapar.

Segundo o especialista, “é evidente para todos que Israel apoia terroristas. São fatos nus, não são suposições, pois há somente forças sírias em Palmira. Além disso, os alvos dos bombardeios foram as forças que atacaram as posições do Daesh. Então, se não fosse apoio aéreo aos terroristas, o que seria isso?”

O especialista militar sírio acrescentou que a Frente al-Nusra (organização terrorista proibida na Rússia) há muito tempo recebe ajuda direta de Israel, e os militantes da organização terrorista em questão recebem tratamentos em hospitais israelenses.

Share Button

Deixar um comentário