Nada de campanha de relações públicas para Hong Kong

Share Button


Enquanto a National Endowment for Democracy (NED) [1] apoia activamente as manifestações em Hong Kong e Moscovo, o Governo da região especial chinesa tentou contratar uma firma global de Relações Públicas. Para a Chefe do Executivo, Carrie Lam, tratava-se de tranquilizar os meios de negócio e os turistas que os distúrbios políticos não afectam o “business” (foto do documento de compromisso).

Foram abordadas oito empresas. Todas recusaram. Não é possível dizer se estas firmas consideraram a missão muito difícil, ou se a consideravam imoral, ou se foram dissuadidas de a aceitar pelos Estados Unidos.

Tradução
Alva


[1] “A NED, vitrina legal da CIA”, Thierry Meyssan, Tradução Alva, Odnako (Rússia) , Rede Voltaire, 16 de Agosto de 2016.

Share Button

Deixar um comentário