Israel deu assistência a 1300 terroristas em hospitais nos territórios ocupados

Share Button

 

O regime israelense tratou 1.300 terroristas que foram feridos na Síria, em um hospital na cidade de Safed, na região norte dos territórios palestinos ocupados, informaram na quarta-feira fontes médicas israelenses.

“Até agora, Israel tem fornecido assistência médica para 1.300 terroristas sírios neste hospital”, explicou Dr. Salman Zarqa, diretor do Hospital Zeif em Safed.

A transferência de terroristas feridos para os centros médicos é uma tarefa muito difícil e complicada, afirmou. “Os terroristas são transferidos para centros de saúde e posteriormente tratados por ordem do gabinete israelense desde 2013”, sublinhou.

Em sua opinião, a transferência de terroristas feridos para os hospitais e centros de saúde nos territórios ocupados tornou-se rotina e é bastante normal. “A maioria dos feridos são membros do grupo terrorista Frente Al-Nusra operando na Síria”, acrescentou.

Embora Zarqa revelou o apoio prestado pelo regime de Tel Aviv para grupos terroristas, se recusou a fornecer mais informações sobre a forma como eles são transferidos para os territórios palestinos ocupados e sobre o posterior retorno ao solo sírio depois de tratados.

Em fevereiro do ano passado, o primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, visitou um hospital militar nos altos do Golã ocupado, onde atendem os terroristas feridos nos combates com o Exército Sírio.
(…)

Em março de 2014, p jornal local, Yediot Aharonot, informou que o regime de Tel Aviv, gastou até agora cerca de US $ 10 milhões em serviços médicos para os membros dos grupos armados na Síria feridos em confrontos com o Exército Sírio.

Além disso, Kamal al-Labwani, líder da oposição armada síria, já tinha agradecido a Telavive pelo apoio oferecido aos terroristas que lutam contra o governo de Damasco, sublinhando que os militantes nunca vou esquecer o que ele chamou de “ajuda humanitária” do regime Tel Aviv aos seus membros feridos.

O regime israelita está em contacto regular com os grupos armados, e realizou reuniões secretas com eles para derrubar o governo do presidente sírio, Bashar al-Assad.

MEP / bm / nal
HispanTV

Publicado em Convivência Cristã Islâmica
Share Button

Deixar um comentário