Exército sírio fecha o cerco contra terroristas em Jobar (subúrbio de Damasco)

Share Button

O exército sírio e as Forças de Defesa Nacional fecharam o cerco a radicais armados na cidade de Jobar, adjacente à capital, e agora olham para a cidade vizinha de Zamalka, revelou hoje uma fonte militar. O Exército ocupou vários blocos de edifícios e matou 15 terroristas em Jobar, disse Al Manar.

Al Manar ,11/10/2014

Tradução Oriente Mídia

Entre as mortes mais recentes, é Ahmed Abdel Fattah Idris, conhecido como “Abu Samir” um dos homens mais procurados pelos serviços de segurança sírios pela  prática de seqüestro e assassinato.

Um funcionário sírio disse, por sua vez, à agência Prensa Latina que o objetivo final da batalha para a vasta região do Oriente de Guta é a cidade de Duma, o principal reduto dos terroristas nas proximidades de Damasco.

Ele disse , ainda, que as forças armadas estão avançando lentamente dentro Jobar em três direções. A mais difícil é a ocidental  pela quantidade de edifícios minados e túneis  utilizados por terroristas para se deslocar de um lado para outro e  que mantém as linhas de abastecimento.

Lá, o Exército do Islã, liderada pelo Zahran Allush com treinamento financiado pela Arábia Saudita  e que pertencente à Frente Islâmica, sinalizou.

“Podemos lançar um ataque frontal para erradicá-los, o que levaria dias de intensos combates e no qual sofreríamos perdas significativas, por esta razão os assediamos para separá-los  do resto de suas forças e forçá-los a render -se”, disse ele.

Neste sentido, ele ressaltou que no bairro diariamente escutam pelo rádio  chamadas pedindo socorro a outros grupos armados no Guta, mas é impossível entrar ou sair da área, porque eles estão completamente cercados.

” Só lhe restam três opções: render-se, morrer em combate ou tentar fugir, o que é muito difícil”, acrescentou.

Antes de completar o cerco, muitos terroristas deixaram o local e se dirigiram para o vale de Ain Tarma, onde seus aliados da Frente Al Nusra, braço da Al-Qaeda na Síria, executou-os por abandonar a luta , revelou o militar.

Esta semana, as tropas do governo libertaram a zona de  o Al Maamel em seu avanço em direção à cidade de Duma, e o bairro de al Dijaniyeh.

Share Button

Deixar um comentário