EUA envia outros 80 caminhões carregados de armas aos curdos sírios

Share Button

Os EUA envia outros 80 caminhões carregados de armas e munições a seu aliado curdo sírio o Partido da União Democrática (PYD, por suas siglas em curdo).

As armas e equipes bélicos entraram em território sírio através da fronteira iraquiana e foram entregues aos membros do PYD na província de al-Hasakeh, no nordeste de Síria, segundo comunicou a corrente turca NTV.

O novo lote de ajudas, segundo o relatório, inclui vários automóveis todoterreno Hummer e veículos blindados, bem como 12.000 fuzis Kalashnikov, 6000 rifles automáticos, e 3500 armas pesadas.

Fonte: Pars Today
4bn06ce61ea2d2tsh4_800C450
Com as novas equipes militares, já são 809 o número de caminhões carregados de armas e munições que os EUA tem entregado nos últimos meses a seus aliados curdos, incluído o PYD, e as forças das Unidades de Proteção Popular da Síria (YPG, por suas siglas em curdo).
A administração de Donald Trump nos EUA aprovou no dia 9 de maio um plano para armar às YPG, braço armado do PYD, milícia curda que controla uma região do norte de Síria e respalda os combate contra os terroristas do EIIL (Daesh, em árabe) em Al-Raqa.
Não obstante, o apoio militar que brinda Washington aos curdos na Síria tem desatado muita tensão nas relações dos EUA e Turquia. Ancara considera às YPG como o braço sírio do Partido dos Trabalhadores de Kurdistan (PKK, em curdo), a guerrilha curda que está na lista negra da Turquia.
Washington alega que seu plano para armar às milícias curdas está dirigido somente a combater ao EIIL, ainda que em múltiplas ocasiões tem utilizado estas forças para reduzir o avanço das tropas do Exército sírio para as posições terroristas.
Oficiais turcos, não obstante, opinam que os EUA tramam fundar outro Israel em Síria ao apoiar os curdos e suas ambições independentistas, o que suporia uma ameaça séria para a integridade territorial da Turquia.

 

Share Button

Deixar um comentário