Quem quer derrubar o Presidente Lukashenko ?

Thierry Meyssan A imprensa ocidental põe em destaque Svetlana Tikhanovskaïa que ela apresenta como vencedora da eleição presidencial bielorrussa e arrasa o Presidente cessante Alexandre Lukashenko, o qual acusa de violência, de nepotismo e de truncagem eleitoral. No entanto, uma análise desse país atesta que a política do seu presidente corresponde ao interesse dos cidadãos. ...

Revoluções coloridas dos EUA: da Europa Oriental ao Egito, Irã, agora Líbano.

Por Karsten Riise Global Research.ca 16 de agosto de 2020               É necessário estudar como as técnicas de cores dos EUA são aplicadas para a mudança de regime no Egito (Tahrir) – Irã (Movimento Verde) e agora no Líbano (Revolução do Cedro + “Dia da Fúria”).A engenharia americana dessas “revoluções ...

Propaganda- A invenção do mito da «revolução síria» pelo Reino Unido

Thierry Meyssan Numa fuga, novos documentos foram revelados sobre a organização da propaganda britânica contra a Síria. Eles permitem compreender como jornalistas de boa fé puderam ser permanentemente intoxicados pelo mito da «revolução síria», como também por que é que o Reino Unido se retirou da Síria apesar do sucesso desta operação. Rede Voltaire | ...

Mudança de regimes políticos?

Thierry Meyssan Em 48 países simultaneamente, enormes manifestações colocam em causa o regime político do Estado. A supremacia do modelo democrático, aceite por quase todos no fim do século XX está hoje em dia posto em causa. Para Thierry Meyssan, nenhum sistema constitucional permitirá resolver os problemas atuais que são antes de mais a consequência ...

«Primaveras Árabes», o regresso?

Rede Voltaire | 22 de Novembro de 2019 Em Israel não há governo, enquanto as manifestações se sucedem no Sudão, na Argélia, no Líbano, no Iraque, no Kuweit e no Irã. Em cada um destes países, o papel de organizações dos EUA, ou ligadas aos EUA, revela-se, tal como foi o caso quando das «Primaveras ...

Pepe Escobar: Por trás do black terror de Hong Kong

Trabalho de decifrar quem está por trás da violência leva a longa lista de possibilidades 11/10/2019, Pepe Escobar (de Hong Kong), Asia Times “Se queimamos, vocês queimam conosco.” “Autodestruição todos juntos” (Lam chao[1]) Os novos slogans dos black blocs de Hong Kong – gangue em fúria conectada aos camisa-negras que protestam – surgiram pela primeira vez ...

Nada de campanha de relações públicas para Hong Kong

Rede Voltaire | 23 de Setembro de 2019 Enquanto a National Endowment for Democracy (NED) [1] apoia activamente as manifestações em Hong Kong e Moscovo, o Governo da região especial chinesa tentou contratar uma firma global de Relações Públicas. Para a Chefe do Executivo, Carrie Lam, tratava-se de tranquilizar os meios de negócio e os turistas ...

Enfraquecer países manipulando a democracia

Rede Voltaire | 15 de Agosto de 2019 Agora tornou-se sistemático: quando as pessoas, sejam quais forem, expressam oposição ao Poder no seu país (salvo nos dos «Cinco Olhos» [1]), seja ele qual for, grupos afiliados à NED tomam o controle dos manifestantes, sem o seu conhecimento. Esta estratégia não tem nenhuma relação com as situações ...

A união nacional na Síria e na Venezuela

Thierry Meyssan Como sozinhos o anunciávamos no início do mês, um passo decisivo para a paz foi dado simultaneamente na Síria e na Venezuela, a 16 de Setembro. As duas nações já não se forçam mais a negociar com terroristas, mas os seus governos decidiram construir um novo regime em colaboração com a sua oposição ...

Washington reconheceria Assad se os Iranianos deixassem a Síria

Rede Voltaire | 5 de Junho de 2019 O porta-voz do Kremlin, Dimitri Peskov (foto), confirmou, em 3 de Junho de 2019, que os Estados Unidos propuseram à Rússia participar numa cúpula tripartida com Israel, em Jerusalém. Washington apenas pretende reconhecer a legitimidade do Presidente sírio, Bashar al-Assad, se Moscou se empenhar em afastar o ...