BRICS em números

Share Button

BRICS

RT/Ivan Serbinov

A fim de transformar o mundo unipolar e privar o Ocidente da sua posição dominante nasceu, por iniciativa de Moscou, o BRICS, órgão consultivo permanente composto por Rússia, China, Índia, Brasil e África do Sul. São as economias emergentes mais importantes do mundo.

Histórico do nome:

-Em 2001, o economista Jim O’Neill propôs a sigla BRIC para se referir às quatro econômias do mundo que tiveram o crescimento mais rápido do PIB: Brasil, Rússia, Índia e China.

-Após A União da África do Sul em 2010 o grupo BRIC, passou a ser chamado BRICS.

El crecimiento de las economías de los BRICS

Pontos chave:

– Os países membros têm uma população muito grande  (43% da população mundial)  e um enorme território (cerca de 38,5 milhões de quilômetros quadrados).

-As Dimensões continentais estratégicos, enorme quantidade de recursos naturais, participação no comércio mundial e o rápido crescimento do PIB estão atraindo cada vez mais investimentos.

O prognóstico é que os países do organismo podem se tornar as econômias dominantes do mundo até 2050.

-O Desenvolvimento ativo das econômias do BRICS lhe permitirá converter o seu crescimento econômico em influência política que conduz à perda da posição de liderança da elite econômica ocidental.

-O Grupo BRICS estabeleceu fortes laços com os países latino-americanos. Argentina mostra seu interesse na participação no bloco. Além disso, especialistas internacionais prevêem que no futuro próximo Indonésia também poderia se juntar ao grupo.

Infográfico: Os países do BRICS em números (a sua presença na arena global)

Los países de BRICS en números (su presencia en la arena global)
RT/Ivan Serbinov

Os principais recursos que sustentam as economias dos BRICS:

Brasil – Produtos agrícolas;

Rússia – Os recursos minerais ;

Índia – Recursos intelectuais baratos;

China – Base industrial forte;

África do Sul – recursos naturais.

BRICSRia Novosti

Passos para uma econômia mais independente:

-Os países do BRICS concordam em reforçar a cooperação econômica com o uso de moedas nacionais;

-em julho de 2014 foi criado o Banco de Desenvolvimento do BRICS com sede em Xangai.

-no mesmo ano, foi fundada a Universidade BRICS, em associação com as principais universidades dos países membros do bloco;

Está sendo consideranda a idéia da criação, no futuro, de uma moeda e um único sistema financeiro;

Foi proposta a possibilidade de lançar uma agência de classificação própria.

Infográfico: A cooperação entre o Brasil ea Rússia em fatos e números  

Infografía: Cooperación entre Brasil y Rusia en cifras y datos
RT/Ivan Serbinov
 Fonte: http://actualidad.rt.com/actualidad/164884-brics-politica-economia-geopolitica

Share Button

Deixar um comentário