Al-Jazeera teria realizado uma falsa filmagem de novo «ataque químico» na Síria

Share Button

Um m grupo de jornalistas do canal catari Al-Jazeera, trabalhando como “freelance”, realizou recentemente, por conta de uma pessoa em território europeu, uma filmagem forjada de um novo «ataque químico» que teria sido perpetrado pelo exército sírio contra civis, afirmou uma fonte militar-diplomática à agência de notícias russa Sputnik.

Fonte: Rede Voltairearton196323-ed87a

«O resultado conseguido pelo programa televisivo apresentado pelos Capacetes Brancos de um ataque de gaz sarin supostamente perpetrado pelas autoridades sírias em Khan Shaikhun inspirou os terroristas a prosseguir a filmagem de tal “série televisiva” », indicou o interlocutor à Sputnik, acrescentando que relatos de informações concordantes envolvendo a provocação foram obtidos a partir de múltiplas fontes.

Sempre segundo a fonte, a filmagem teve lugar nas localidades de Saraqib, de Erich e de Jisr al-Shugur (província de Idlib) e envolveu cerca de umas trinta viaturas de bombeiros e ambulâncias assim como perto de 70 moradores locais com crianças provenientes de um campo de refugiados.

d67d527c7478_sf_1

«Afim de tornar a sequência mais realista, esta foi filmada usando telemóveis(celulares-br) a partir de vários ângulos, assim como com a ajuda de um quadri-rotor. A seguir à “rodagem”cada participante, crianças incluídas, recebeu do grupo 1. 000 libras sírias e um pacote alimentar», acrescentou a fonte.

«Várias publicações simultâneas de falsos vídeos, acompanhados de comentários agressivos nas redes sociais, deviam ter lugar no domingo sob ordem do comanditário e do patrocinador da filmagem num país europeu», concluiu o interlocutor.

«Al-Jazeera aurait réalisé un faux tournage d’une nouvelle “attaque chimique” en Syrie» («A Al-Jazeera teria realizado uma falsa filmagem de um novo “ataque químico” na Síria»- ndT), Sputnik, 4 mai 2017.

Tradução
Alva

Share Button

Deixar um comentário