A mobilização curda no norte da Síria

Share Button

Por Assad Frangieh.

Em poucos menos de dois meses, as tropas dos “Comitês Populares de Defesa” (dos curdos-sírios) iniciaram uma ofensiva contra os grupos armados da Al-Qaeda em específico Joubhet Al-Nousra. Receberam apoio da força área síria e artilharia pesada, em ações combinadas e que estão culminando na recuperação de muitos vilarejos da região nordeste do País. O mapa abaixo objetiva esclarecer tais mobilizações e esclarecer melhor a atual situação de distribuição de forças no norte da Síria.

norte_siria_3Clique na imagem para ampliar – atualizado em 6/11/2013 para o Grupo de Trabalho Árabe

A linha amarela é a fronteira Síria com a Turquia. São quase 700 Kms de extensão. A linha pink ao leste é a fronteira com o Iraque (Distrito Al-Anbar). A pequena linha verde é a fronteira da Turquia com o Iraque.

As setas pretas indicam as passagens fronteiriças da Turquia onde há livre movimentação de armas, munição e combatentes dos grupos armados locais ou estrangeiros tutelados pela Turquia. (1=Ryhanya; 2=Azzaz; 3=Ain Al Arab; 4=Tal-Abiad). Os quadrados pretos mostram as principais batalhas perdidas pela Al-Qaeda a favor dos Comitês Curdos de Defesa (A=passagem de Al-Yaarabya; B=Ras-Ain; C=Tal-Tamr). As setas em vermelho mostram a movimentação das tropas curdas e seus avanços.

As áreas com bandeiras curdas e hachuradas em vermelho são áreas predominantemente sob o controle curdo. A área hachurada em azul mostra a região que os grupos ligados a Al-Qaeda conseguem se movimentar com maior liberdade apesar dos bombardeios sírios a seus agrupamentos. As cidades principais são do oeste para o leste, Azzaz, Tal-Rifaat ,Al-Bab, Manbij e Jaraboulus, constituindo a zona rural do norte de Aleppo. Mais para o leste, está a cidade de Al-Roqqa sob o controle dos grupos armados. Na região de Deir El-Zour, as tropas do exército continuam mantendo suas posições e dividindo as áreas de controle.

Observem que há extensas áreas desérticas que não constituem áreas de controle e que os combates se estendem focados nas áreas verdes, com produção agrícola e água, viabilizando a vida urbana. Apesar de sua infiltração em áreas extensas, os grupos armados não conseguem estruturar uma administração “governamental” em razão de serem alvo fácil da aviação militar síria.

 

Share Button

Deixar um comentário