A estrada Homs Damasco em Al-Qalamoun 1

Share Button

Por Assad Frangieh.

Após a tentativa de ocuparem a cidade histórica cristã de Saddad um mês atrás, os fundamentalistas se dirigiram para Mahin e ocuparam os depósitos de armas. Logo o Exército Sírio foi recuperando terreno expulsando os grupos armados para o Oeste em direção à fronteira do Líbano. O mapa abaixo descreve tais ações para o entendimento dos leitores:

Al_Qalamoun_29_11_1Clique no mapa para ampliar

  • A linha marrom é a fronteira do Líbano com a Síria. É uma região montanhosa de +/- 1200 a 1500 metros de altitudes sujeita a ser coberta por neve a partir do mês de janeiro até abril e considerada de difícil acesso exceto por passagens previamente identificadas. Há muitos moradores locais simpatizantes do Governo da Síria, habitantes de aldeias de 1 a 2 mil pessoas.
  • A linha amarela é a autoestrada internacional de Homs-Damasco (Norte-Sul). As dimensões do Mapa são de aproximadamente 60 Kms x 30 Kms sendo que a estrada fica na média a 20 Kms à leste da fronteira libanesa.
  • A área dentro das linhas azuis mostra o avanço do Exército Sírio iniciado por Saddad seguido por Mahin, Hafar, Alhumayra, Al-Burayna, Qarah e Deir Athiye. Todas as cidades foram declaradas seguras sem mais presença de fundamentalistas de Joubhet El-Nousra ou os remanescentes do exército sírio livre. Na data deste artigo (sexta-feira 29/11/2013), as batalhas acontecem em Al-Nabak e já há retirada (melhor dizendo, fuga) dos grupos armados em direção à El-Sahel e Yabroud que são dois grandes centros de concentração dos fundamentalistas. As cidades de Al-Jarajeer, Falita e Ras Ma´ara são as últimas cidades de retaguarda que devem constituir o marco final das batalhas de Al-Qalamoun em seu lado Oeste e Norte. As setas em azuis mostram os caminhos prováveis de tais avanços.
  • As estrelas em vermelho são locais de possíveis batalhas no caminho do Exército Sírio.
  • As setas pretas são as rotas de fuga dos fundamentalistas que não caírem mortos ou presos pelo Exército Sírio.
  • Dentro do território libanês, a cidade de Arsal é o centro de concentração desses grupos e um ponto de apoio logístico de homens, armas e munições. Ao norte desta cidade, há presença de militantes do Hezbollah impedindo qualquer tentativa de contornar a região ou atingir a cidade de Al-Qusayr.

As fontes desta matéria são fornecidas por informações oficiais, extra-oficiais, sites de rede social das cidades citadas, sites de apoio ao governo e de oposição, sendo compiladas pelo Dr. Assad Frangieh para o www.orientemidia.org

Share Button

Um comentário sobre “A estrada Homs Damasco em Al-Qalamoun

  1. Responder Asada frangei fev 22,2016 22:40

    Deseo recibir noticia de syria , sobretodo de yabrud , mi padre nació en ese pueblo gracias

Deixar um comentário