A China e não só o Irã, sob fogo americano no Médio Oriente

Manlio Dinucci Independentemente das questões exclusivamente iranianas, os Estados Unidos estão preocupados com as relações que este país mantém com a China. Progressivamente, Pequim confia em Teerã para concretizar na Ásia, o seu gigantesco projeto das Novas Rotas da Seda. Rede Voltaire | Roma (Itália) | 13 de Janeiro de 2020 O assassínio do General ...

Multilateralismo ou Direito Internacional ?

Thierry Meyssan Contrariamente ao que se pensa, o multilateralismo que promovem os Europeus não se opõe ao bilateralismo praticado hoje em dia pelos Estados Unidos, mas ao Direito Internacional. O «Forum de Paris sobre a paz», organizado pelo Presidente Emmanuel Macron, não permitiu alcançar um método para prevenir os conflitos, apenas tentar salvar o que ...

Os bastidores das relações Estados-Unidos/Irã

Thierry Meyssan Ao mandar assassinar no Iraque o General iraniano Qassem Soleimani, o Presidente Trump quase teria provocado a Terceira Guerra Mundial. É mais ou menos a versão da Oposição nos EUA e da imprensa internacional. Para Thierry Meyssan, aquilo que se passa nos bastidores é muito diferente do show em cena. Neste, caminhamos para ...

Lendo Sun Tzu em Teerã

15/1/2020, Alastair Crooke, Strategic Culture Foundation O Irã não está acabado. O general Hajizadeh, Comandante da Força Aeroespacial do Corpo de Guardas da Revolução Iraniana [ing. IRGC Aerospace Force], disse em fala à imprensa ontem que o ataque “foi o início de uma grande operação”. Sublinhou também que “os ataques não tiveram o objetivo de ...

A justificação dos EUA para o assassínio do General Soleimani

Rede Voltaire | 7 de Janeiro de 2020 Segundo a imprensa atlantista, o General Qasem Soleimani, comandante da força Al-Quods dos Guardas da Revolução Iraniana, preparava uma operação visando virar a opinião pública iraquiana contra os EUA [1]. Quando manifestações da comunidade xiita se multiplicavam contra a influência iraniana sobre o pessoal político iraquiano, teriam sido ...

Morte do general Qassem Souleimani deve coesionar o Irã, diz especialista

Caio Spechoto 03.jan.2020 (sexta-feira) – 14h26 No curto prazo, a morte do general Qassem Souleimani deve fragilizar o Irã. A reação interna, porém, deverá ser de aglutinação em torno do regime do aiatolá Ali Khamenei. A avaliação é do professor Salem Nasser, do Direito Internacional da FGV (Fundação Getulio Vargas), que estuda o Oriente Médio. ...

As insolúveis contradições do Daesh e do PKK/YPG

Thierry Meyssan Só conhecemos o que se passa no Levante através da propaganda de guerra do país em que vivemos. Ignoramos os outros pontos de vista e, mais ainda, como os nossos exércitos se têm comportado. Para separar o verdadeiro do falso, os historiadores terão que examinar os documentos disponíveis. Ora, aquilo que nos diz ...

«A arte da guerra» O Califa, filme CIA entre a ficção e a realidade

  Manlio Dinucci É um produto bem definido. No final de uma vasta operação especial na qual uma arma inenarrável foi usada, é aconselhável encenar a morte da pessoa que a incorporou. Esta é a melhor maneira de apagar os acontecimentos na opinião pública. Após a morte de Bin Laden, aqui está a de al-Baghdadi ...

Ataque turco na Síria: quem perde e quem ganha? Parte II

Por Elijah J. Magnier Só depois de coordenar com os Estados Unidos a definição da linha vermelha da invasão, as forças turcas entraram no nordeste da Síria.  Além disso, Rússia e Estados Unidos bloquearam em conjunto uma resolução elaborada pela ONU para que a Turquia interrompesse o avanço de suas tropas. A Turquia se opôs a que os Estados Unidos armassem, ...

Ataque turco na Síria: quem perde e quem ganha? Parte I

Por Elijah J. Magnier  O presidente Donald Trump ordenou o início de uma “retirada deliberada” de suas tropas e o fim da ocupação do nordeste da Síria (NES). Isso veio acelerar uma corrida entre as forças turcas e sírias para controlar o NES. A Turquia se apressa para estabelecer cerca de 30/35 km de uma zona de segurança ...