Jihadistas independentistas do Vale de Ferghana na Ásia Central, contra a Síria

Rede Voltaire | 26 de Fevereiro de 2017 Desde o início das negociações de Astana, a Turquia tenta salvar os jihadistas na Síria. Assiste-se, pois, à dissolução de grupos compostos por mercenários estrangeiros dentro de uma nova estrutura, Hayat Tahrir al-Sham (Assembleia para a Libertação do Levante). Muito embora ela seja controlada pela Al-Qaida, esta ...

Thierry Meyssan: A reviravolta da Turquia.

O Presidente Vladimir Putin anunciou ter concluído um cessar-fogo na Síria com a Turquia, até aqui o principal apoio operacional dos jihadistas. Como se explica este golpe de teatro ? Irá o Presidente Erdoğan conseguir fazer bascular o seu país da influência norte-americana para a da Rússia ? Quais são as causas e as consequências ...

Síria: Preparação da libertação de Allepo-Leste

Rede Voltaire | 14 de Novembro de 2016 Pelo menos 10.000 jihadistas da Al-Qaeda, sob o comando do xeque saudita Abdullah al-Muhaysini, ocupam atualmente os bairros de Alepo-Leste. Apoiados pela Coligação Internacional que os apresenta como «revolucionários sírios» ou «rebeldes moderados», estão sitiados pelo Exército Árabe Sírio e o Hezbollah, mas continuavam a ser aprovisionados ...

Thierry Meyssan:Querem julgar Vladimir Putin?

Thierry Meyssan Considerando Vladimir Putin como responsável pelo ressurgimento da Rússia, os neo-conservadores norte-americanos e israelitas tentam desde 2011 prendê-lo, julgá-lo num tribunal internacional, e condená-lo. Fiel servidor da sua estratégia, o Presidente francês François Hollande sugeriu publicamente considerá-lo responsável pelos crimes dos jihadistas na Síria. Rede Voltaire | Damasco (Síria) | 13 de Outubro ...

Rússia alerta: ISIS reagrupou-se em Allepo aproveitando a trégua

Noticias ao Minuto - O comando militar russo na Síria disse hoje que o Estado Islâmico (EI) e a Frente al Nusra aproveitaram as tréguas para se reagruparem na província de Allepo para armazenar armamento e munições. “Reagruparam-se, reforçaram o arsenal com armamento e munições e começaram a lançar uma grande ofensiva. Os grupos terroristas ...

Direto ao fim das negociações de Genebra e a retomada das conversações intra-sírias ?

Thierry Meyssan Washington e Moscou conseguiram manter o seu acordo sobre a Síria após John Kerry ter assegurado ao seu homólogo russo que as armas fornecidas pelo Pentágono, em Abril, à Al-Qaida e ao Daesh (E.I.) o haviam sido em virtude de um antigo programa, hoje abandonado. Vai-se agora em direcção à paragem das negociações ...

Afluxo de armas e jihadistas para a Síria continua 1

REDE VOLTAIRE | 4 DE MARÇO DE 2016 Independentemente da cessação de hostilidades —que não envolve nem a Al-Qaida, nem o Daesh (E.I.)— prossegue o afluxo de jihadistas e armas para a Síria. Assinala-se que vários milhares de homens entraram, desde o início da cessação de hostilidades, pela fronteira turca. A Grécia apreendeu, a 1 ...

Moscou, bastião contra os jihadistas

Thierry Meyssan Desde 2012, Moscou tenta aliar os Ocidentais à sua causa : defender a civilização contra o jihadismo. Tal como ontem o mundo se havia unido contra o nazismo. Para isso, primeiro, dissociou a Casa-Branca de combatentes que ela considera como «jihadistas» e que os Estados Unidos designam como «rebeldes». Agora, tenta isolar a ...

Apoio à Síria dá à Rússia status de “superpotência diplomática” 2

20/9/2015, Sputnik News Traduzido por Vila Vudu Em artigo recente para o portal israelense de notícias Walla!, o jornalista Amit Leventhal sugeriu que os movimentos da Rússia para garantir assistência à Síria em sua guerra contra o terrorismo jihadista, ante a hesitação do ‘ocidente’, estão efetivamente convertendo a Rússia na “super potência diplomática” com que ...

ISIS: Dezenas de ex- militares franceses integram as fileiras jihadistas

Uma dezena de ex-militares franceses, alguns das forças especiais ou da Legião Estrangeira, juntaram-se a diferentes grupos jihadistas no Iraque e na Síria, noticiaram hoje a rádio RFI e o jornal L’Opinion. Lusa 16:42 – 21 de Janeiro de 2015 | Por Lusa Questionado sobre esta notícia, o ministro da Defesa, Jean-Yves Le Drian, confirmou-as parcialmente, ...