Thierry Meyssan: O que poderia acontecer se Washington renunciasse à jihad?

A vontade do Presidente Trump de combater o Daesh (E.I.) e de acabar assim com o terrorismo internacional é extremamente difícil de levar à prática. Com efeito, tal acarreta prejuízo aos Estados que o organizaram e implica uma reorientação da política internacional. O novo Presidente norte-americano não parece estar decidido a dar ordem às suas ...

Grande Muralha de Ferro contra Nova Rota da Seda?

16/3/2017, Pepe Escobar, Asia Times Traduzido por Vila Vudu Quando o zum-zum em torno do encontro Trump-Xi converter-se numa Mar-a-Lago em campo mês que vem, os dois presidentes terão de concordar integralmente em pelo menos uma questão: “o terror islâmico radical” – na terminologia trumpeana. Donald Trump aposta suas fichas num “banimento sem banir” que ...

Guerra civil nos EUA contribui para paz mundial 1

A guerra civil em Washington entre presidente Donald Trump e seus detratores não dá sinal de amainar. Todos os dias, a luta recomeça. O mais recente movimento foi na 2ª-feira, na audiência na Comissão de Inteligência da Câmara de Deputados, onde o diretor do Federal Bureau of Investigation, FBI, James Comey, reconheceu que há investigação ...

Papéis de EUA, Rússia, Turquia, Irã e Israel na Síria: Rumo ao fim da guerra

EUA e Rússia têm acordo para pôr fim ao “Estado Islâmico” (ISIS/Daech), como prioridade na Síria, unificando o objetivo sem necessariamente concordar com unir esforços e coordenar o ataque por terra. Ainda assim, esse começo levará ao fim da guerra na Síria e pavimentará o caminho para remover obstáculos essenciais (quer dizer: todos os jihadistas) ...

O Exército Árabe da Síria e os EUA preparam a libertação de Rakka

Rede Voltaire | 15 de Março de 2017 O Exército Árabe Sírio (ou seja, as forças governamentais) aproxima-se de Rakka. Simultaneamente, as Forças dos E.U. quase foram duplicadas e passaram para 900 homens. Elas atravessaram o Norte da Síria da forma mais ostensiva possível e anunciaram também dirigirem-se para Rakka. A batalha de Rakka poderá ...

Da irritação à ameaça: o alto preço da verdade

16/3/2017, Paul Craig Roberts, trad. btpsilveira, “Pensar sem enlouquecer”   É preciso saber que o esforço de quem oferece seu tempo escasso e a energia de uma vida para um público grande e desconhecido é suficientemente apreciado para que se sinta compensado pelo gasto de tempo e energia. Isso é ainda mais verdade quando o ...

A perigosa realidade de uma guerra no Irã

15/3/2017, Sharmine Narwani , The American Conservative Traduzido por Vila Vudu BEIRUTE — Depois de semanas de agitar sabres e promover a ideia de que o Irã seria “estado terrorista número 1″ no mundo, o governo Trump parece ter discretamente baixado o tom da retórica. Aqui no Oriente Médio, contudo, onde cada zumbido que venha ...

Rússia e China unem-se contra a gangue do ouro de Washington

3/3/2017, Stewart Dougherty,* Gold Seek Traduzido por Vila Vudu “Essa oferta-surpresa [de ouro físico] veio, principalmente, de bancos centrais soberanos: por exemplo, 1.500 toneladas métricas, de um país que um dia teve dinheiro forte, a Suíça; 600, da França; France; 430 do Reino Unido (a maior parte, ao preço absolutamente mais baixo do mercado [ing. ...

Irmandade Muçulmana e o potencial da Bósnia para o jihadismo extremista

William Engdahl, trad: btpsilveira Excerto da transcrição de uma entrevista Se voltarmos aos anos 90s, veremos que a CIA e as forças especiais dos Estados Unidos criaram a guerra da Iugoslávia para acabar com o país. Ao mesmo tempo, os Estados Unidos se esforçavam para dividir a antiga União Soviética em repúblicas variadas, mais a ...

Afinal, se não foi o Kremlin, quem levou Trump ao Poder?

Por Jean Perier, tradução de btpsilveira Temos visto meses a fio títulos como “O Kremlin colocou Trump no Poder” e “Moscou interfere nos assuntos internos de outros Estados”, e pelo andar da carruagem parece que o estoque de sensacionalismos dessa espécie é inesgotável na imprensa ocidental.  Bom. Para fazer o que já está ruim ainda ...