Líbia : Saif al-Islam Kadhafi publica seu programa

Rede Voltaire | 9 de Julho de 2018 Embora não exista ainda nenhuma autoridade política legítima na Líbia, quatro personalidades apoiadas pelos países que destruíram o Estado líbio se comprometeram a realizar eleições legislativas e presidenciais, em 10 de Dezembro de 2018 [1]. As tribos, que constituem a base da sociedade líbia, pronunciaram-se maciçamente para a ...

Os russos deixamos de respeitar o ‘ocidente’

19/3/2018, Margarita Simonyan, RIA, Rússia Essencialmente, o ‘ocidente’ deveria estar horrorizado, não porque 76% dos russos votaram em Putin, mas porque essas eleições demonstraram que 95% da população russa apoia ideias conservadoras-patrióticas, comunistas e nacionalistas. Significa que ideias liberais lutam para sobreviver só entre míseros 5% da população. Culpa totalmente de vocês, amigos ‘ocidentais’. Vocês ...

França apanhada pelo terrorismo dos seus próprios aliados da OTAN.

A França acaba de ser o alvo de novo ataque terrorista, a três dias da primeira volta(turno-br) da eleição presidencial. Para Thierry Meyssan, Paris deve parar de contar idiotices e tomar em linha de conta os acontecimentos: o terrorismo internacional —na qual participa— é comanditado e instrumentalizado precisamente contra si por alguns dos seus aliados ...

O Sistema Clinton

  Simon Head [30/1/2016, 10h] New York Review of Books, ed. 25/2/2016, vol. 63, n. 3 Traduzido por Vila Vud ________________________________ Dia 17 de janeiro, no debate final dos Democratas antes do início da temporada de primárias, Bernie Sanders atacou Hillary Clinton por seus laços financeiros muito íntimos com Wall Street, coisa que Sanders sempre ...

Eleições EUA: O fracassado jogo de demonizar Putin

24/1/2016, John Ivens, Consortium News Traduzido por Vila Vudu A Washington oficial influencia a opinião dos eleitores norte-americano sobre política exterior e assuntos mundiais, sempre, infalivelmente, com demonizar governantes estrangeiros, fazendo-os objeto de repugnância e ridículo. – E assim os EUA supõem que justifiquem suas ‘estratégias’ golpistas, chamadas de “mudança de regime”. É brincadeira macabra, ...

Fim da era do AKP do Presidente Erdogan na Turquia ( Parte I )

1/11/2015, Lambert Strether, Naked Capitalism http://www.nakedcapitalism.com/2015/11/the-end-of-the-akp-era-in-turkey-part-i.html Traduzido por Vila Vudu “AKP é abreviatura de Adalet ve Kalkınma Partisi em turco, que se traduz como Partido Justiça e Liberdade. Admito que não sei muito sobre a política doméstica da Turquia –, motivo pelo qual estou achando ótimo receber esse postado tão oportuno – mas o palácio ...

Palestina ocupada: O desafio à justiça e os mediadores fajutos

Em carta enviada nesta segunda-feira (9) ao Conselho de Direitos Humanos da ONU, a comissão de inquérito sobre as denúncias de crimes de guerra de Israel contra os palestinos pediu a extensão do prazo para a entrega do seu relatório, de março para junho. A dificuldade de acesso à Faixa de Gaza, território sitiado há ...

Em Israel, a mídia tenta desvincular as eleições da ocupação

Já se dissipa dos noticiários a espera pelo relatório do Conselho de Direitos Humanos da ONU sobre os crimes de guerra de Israel na Palestina. As eleições de março colocam o primeiro-ministro Benjamin Netanyahu e a economia israelense sob o holofote. A cobertura midiática aborda a questão palestina como mero detalhe, mas o próprio sionismo ...

Furiosa escalada de Israel, em resposta ao discurso de Nasrallah

Fonte:Pravda.ru 21/01/2015 Há três dias, o secretário-geral do Hizbollah libanês, Hassan Nasrallah, avisou Israel contra “movimentos estúpidos”: Nasrallah disse que os combatentes do Hezbollah estão na Síria, em luta contra grupos extremistas, tentando reduzir as ameaças terroristas contra a Síria, o Líbano e toda a região. Aliado chave do presidente sírio Bashar al-Assad, Nasrallah disse que ataques israelenses ...

Uri Avnery: Acenando da primeira fileira- Reflexões sobre o recente massacre em Paris e o sionismo.

Uri Avnery*, 17 de janeiro de 2015 Traduzido por Moara Crivelente   OS TRÊS terroristas islâmicos poderiam estar orgulhosos de si mesmos, se tivessem vivido para ver. Ao cometer dois ataques (bem comuns, pelos padrões israelenses), eles espalharam o pânico por toda a França, levaram milhões de pessoas às ruas e reuniram mais de 40 ...