Terroristas armados pela França atacam Paris

7/1/2015, [*] Tony Cartalucci, Land Destroyer “France Armed Terrorists that Struck Paris” Traduzido pelo pessoal da Vila Vudu   OTAN – Organização do Tratado do Atlântico Norte A França, parte de uma coalizão comandada pela OTAN, armou, financiou, ajudou e, por esses e outros meios, perpetua, há anos, os terroristas da Al Qaeda, a começar oficialmente na Líbia, ...

Pepe Escobar: Quem se beneficia com o assassinato de Charlie? Só os interessados em demonizar o Islã

8/1/2015, [*] Pepe Escobar, Asia Times Online − The Roving Eye “Who profits from killing Charlie?” Traduzido pelo pessoal da Vila Vudu Revide anti-império. Uma mini-Damasco. Mas a coisa toda fede. Como é possível que os assassinos fossem tão eficientes? E como conseguiram escapar? [Russia insider]  Charlie Hebdo – os mortos, os suspeitos e a polícia Putin é culpado. ...

Thierry Meyssan- Quem está por trás do atentado contra Charlie Hebdo?

por Thierry Meyssan Quando numerosos franceses reagem ao atentado cometido contra o Charlie Hebdo denunciando o islamismo e manifestando-se nas ruas, Thierry Meyssan sublinha que a interpretação jihadista é impossível. Apesar de que teria todo o interesse em denunciar, também ele, uma operação da Al-Qaeda ou da Daesh (ISIS), ele considera outra hipótese, muito mais ...

Estado Islâmico promove seu multinacionalismo sangrento e Obama se rende: Assad comandará a transição na Síria 2

17/11/2014, [*] Moon of Alabama “IS Promotes Its Bloody Multinationality – Obama Says Assad Stays” Tradução: Vila Vudu (a) ISIS/EI promove seu multinacionalismo sangrento Estado Islâmico (ISIS/EI) atual, em preto Com bem planejada campanha de mídia, em três atos, o Estado Islâmico (EI) anunciou que se está convertendo em entidade multinacional presente em muitos países. E o presidente ...

Chuck Hagel: Com quem vocês vão substituir Assad? Qual força armada pode desafiar o EI?”

Al-Qaeda voltou a salvar Ocidente de embaraço Por: Vadim Fersovich   © Foto: AP/Khalid Mohammed “Nós poderíamos derrubar Assad nem que fosse hoje, mas isso não afetaria o curso dos acontecimentos. Com quem vocês vão substituir Assad? Qual força armada pode desafiar o EI?” Foi assim que o secretário da Defesa norte-americano Chuck Hagel expressou o ...

EUA: neoconservadores não foram eleitos. . .mas governam

17/11/2014, [*] Robert Parry, Consortium News.com “Letting the Neocons Lead” Tradução:Vila Vudu   Essas políticas “antiguerra” de Putin [na Síria e no Irã] implicam oposição ativa, contra a agenda dos neoconservadores – que nunca desistem de tentar golpes para “mudança de regime” em todos os países que eles considerem hostis a Israel.   Obama e seus “neocons” ...

Um olhar franco sobre interesses, valores e erros dos EUA na Síria

Um olhar franco sobre interesses, valores e erros dos EUA na Síria
Por Camille Otrakji, The Syria Page Tradução: Oriente Mídia São muitos a quem acusar pelo que deu errado na Síria. “O regime sírio” ainda tem a maior parte [orig: lion’s share] da culpa, mas o presidente Obama, a coalizão de oposição da Síria, Irã, Hezbollah, Turquia, Qatar e ISIS [Islamic State of Iraq and Sham ...

União Europeia em flagrante interferência nos assuntos internos da Síria e do Iraque

Nota do Ministério das Relações Exteriores e Expatriados da República Árabe da Síria. O Gabinete de Ministros de Relações Exteriores da União Europeia anunciou um punhado de conclusões hostis sobre a Síria e o Iraque, durante a sua reunião realizada em Luxemburgo, em 20/10/2014. Estas conclusões estão cheias de contradições, distorções e distanciamentos dos fatos ...

Irã – Iraque; aposta por metamorfose diplomática no Golfo Pérsico

Publicada Irã News – 22/10/ 2014 Beirute,  (Prensa Latina) Bem distantes dos infaustos anos de beligerância (1980-1988), Iraque e Irã, baluartes do Islã xiita no Oriente Médio, apostam por cicatrizar feridas ainda abertas no Golfo Pérsico com a mão tendida a Arábia Saudita. Como costuma ocorrer na alta política, a primeira visita oficial a Teerã ...

Al Qaeda e Estado Islâmico pretendem criar frente unida

Voz da Rússia, 10/10/2014 Os ataques aéreos dos EUA contra alvos do Estado Islâmico (EI) no Iraque e na Síria fizeram com que vários grupos centrais da Al-Qaeda reconsiderassem a sua oposição às aspirações ultra-radicais do EI, escreve o jornal The Washington Times. As duas principais asas da Al-Qaeda, de acordo com relatos anteriores, exortaram ...