Líbia : Saif al-Islam Kadhafi publica seu programa

Rede Voltaire | 9 de Julho de 2018 Embora não exista ainda nenhuma autoridade política legítima na Líbia, quatro personalidades apoiadas pelos países que destruíram o Estado líbio se comprometeram a realizar eleições legislativas e presidenciais, em 10 de Dezembro de 2018 [1]. As tribos, que constituem a base da sociedade líbia, pronunciaram-se maciçamente para a ...

Consenso entre Ocidentais sobre a ausência de consenso na Líbia

Rede Voltaire | 4 de Setembro de 2018 Rejeitando por princípio toda a ajuda estrangeira, a assembleia das tribos líbias decidiu libertar-se, ela própria, do domínio dos jihadistas que partilham o seu território. Assim, combates começaram em Trípoli. Os Estados Unidos, que haviam confiado à França o cuidado de restaurar a ordem colonial na Líbia, ...

Na Líbia, Trump aposta na Itália contra a França

Rede Voltaire | 8 de Agosto de 2018 Recebendo o Primeiro-ministro italiano, Guiseppe Conte, em 21 de Julho de 2018, o Presidente Donald Trump confirmou publicamente que reconhecia a preeminência da Itália na Líbia. Ao fazê-lo, a Casa Branca minava os esforços do Eliseu de se apropriar do petróleo líbio. Durante a guerra da Administração ...

« A Arte da Guerra » Os destruidores da Líbia, agora «pela Líbia»

Por Manlio Dinucci Depois do insucesso de Emmanuel Macron em resolver a crise da Líbia, é a vez de Giuseppe Conte tentar algo. Roma está melhor posicionada do que Paris, pois tem o apoio da Casa Branca. No entanto, há pouca probabilidade de conseguir seja o que for, pois as “boas fadas” atuais, são os ...

A Líbia segundo a ONU e a dura realidade

Thierry Meyssan Apesar da boa vontade de alguns participantes, a conferência de Paris para a Líbia não trouxe os efeitos imaginados. Para Thierry Meyssan, isso explica-se pela linguagem dúplice da OTAN e da ONU, que fingem desejar estabilizar o país enquanto as suas atuações prosseguem o plano Cebrowski de destruição das estruturas estatais. A encenação ...

Líbia-Fantasma de Gaddafi assombra o morto-vivo Rei Sarkô

  22/3/2018, Pepe Escobar, Asia Times A guerra da OTAN contra a Líbia, em 2011 foi vendida unanimemente em todo o Ocidente como operação humanitária inadiável contra o proverbial ditador do mal de sempre (Hillary Clinton: “Viemos, vimos, ele morreu“.). Rússia e China manifestaram-se firmemente contra a invasão. Agora, em virada histórica surpreendente, o fantasma ...