Propaganda- A invenção do mito da «revolução síria» pelo Reino Unido

Thierry Meyssan Numa fuga, novos documentos foram revelados sobre a organização da propaganda britânica contra a Síria. Eles permitem compreender como jornalistas de boa fé puderam ser permanentemente intoxicados pelo mito da «revolução síria», como também por que é que o Reino Unido se retirou da Síria apesar do sucesso desta operação. Rede Voltaire | ...

Estados Unidos, principal financiador mundial do terrorismo

Thierry Meyssan Numerosos autores puseram em evidência o papel dos Estados Unidos no financiamento do terrorismo internacional desde a guerra do Afeganistão contra os Soviéticos,. No entanto, até à atualidade, tratava-se sempre de ações secretas, nunca assumidas na altura por Washington. Um passo decisivo foi franqueado com a Síria: O Congresso votou o financiamento e ...

Negociata de US$1 trilhão: Plano de longo prazo para separar EUA e China

6/8/2019, Peter Lee (“China Hand”), no Blog China Matters Há algum torcer as mãos tipo “Mas como, Santo Deus, chegamos a isso?!” em tudo que tenha a ver com a guerra comercial que só faz escalar entre EUA e China. Bobagens. A estratégia para dissociar as duas economias, concebida pelos falcões norte-americanos anti-China está caminhando ...

Declínio e Queda do Império Norte-americano

21/7/2019, Pepe Escobar, The Decline and Fall of the American Empire, Facebook, 9h17 (BSB) De uma newsletter que circulou entre Masters of the Universe importantes do banking/finance/business – e que me foi repassada por duas de minhas fontes/leitores muito bem informados: “EUA foram industrialmente destruídos. Não se pode ter grandes forças militares, se não se ...

Belicismo de Trump vende armas, sim, mas faz avançar a causa do Irã e a causa Palestina

3/6/2019, Elijah J Magnier (Blog) Quando o ‘Estado Islâmico’ (ISIS) ocupou vastas áreas no Iraque e na Síria, atraiu sobre si a atenção do Oriente Médio e do mundo, afastando o foco para longe da causa palestina. Os países afetados pelo horror que lhe chegou com o ISIS concentraram-se em recuperar seus territórios ocupados no ...

Venezuela, Irã : Trump e o Estado Profundo

Thierry Meyssan Os acontecimentos que se desenrolaram na Venezuela e a subida de tensão entre Washington e Teerão são apresentados de maneira falaciosa pela imprensa dos EUA. Nada do que aí se passa se chega a compreender dadas as declarações contraditórias de cada campo. Importa, pois, aprofundar a análise depois de ter verificado os factos ...

Pepe Escobar: A guerra ao Irã e o blefe dos EUA

30 Abril Escrito por Pepe Escobar Embargo total às exportações de petróleo iraniano é ato de guerra A administração Trump mais uma vez demonstrou graficamente que, no jovem e turbulento século XXI, “direito internacional” e “soberania nacional” já pertencem ao Reino dos Mortos-Vivos. Como se um dilúvio de sanções contra grande parte do planeta já ...

A União Europeia é forçada a participar nas guerras dos EUA

Thierry Meyssan Desde o Tratado de Maastricht, todos os membros da União Europeia (aqui incluídos os países neutrais) colocaram a sua defesa sob a suserania da OTAN ; a qual é exclusivamente dirigida pelos Estados Unidos. É por isso que, quando o Pentágono delega ao Departamento do Tesouro o cerco económico de países que quer ...

Irã inspira medo irracional ao ocidente: desastre à vista

11/4/2019, Said Mohammad Marandi,[1] Middle East Eye (atualizado 22/4/2019, 9h) Enquanto regimes ocidentais vão construindo uma nova crise humanitária na Venezuela, as mídia-empresas privadas e estatais que os seguem e respectivos think-tanks corruptos encarnam o que o Lorenzo, em Mercador de Veneza, Shakespeare, descreve como “vestes (transitórias) enlameadas, da decadência”* e, correspondentemente, frustram quaisquer tentativas ...

« A Arte da Guerra » A estratégia do Caos Encaminhado

Manlio Dinucci Como um cilindro compressor, os Estados Unidos e a NATO alastram pelo mundo a estratégia Rumsfeld/Cebrowski de destruicão das estruturas estatais dos países não integrados na globalização econômica. Para concretizá-la, usam os europeus aos quais fazem crer numa alegada “ameaça russa”. Ao fazê-lo, incorrem o risco de provocar uma guerra generalizada. Rede Voltaire ...