As insolúveis contradições do Daesh e do PKK/YPG

Thierry Meyssan Só conhecemos o que se passa no Levante através da propaganda de guerra do país em que vivemos. Ignoramos os outros pontos de vista e, mais ainda, como os nossos exércitos se têm comportado. Para separar o verdadeiro do falso, os historiadores terão que examinar os documentos disponíveis. Ora, aquilo que nos diz ...

Pepe Escobar: Vladimir Putin, pacificador-em-chefe

  Acordo Rússia-Turquia estabelece ‘zona segura’ ao longo da fronteira sírio-turca e haverá patrulhas militares conjuntas russo-turcas 23/10/2019, Pepe Escobar, Asia Times As negociações em Sochi foram demoradas – mais de seis horas –, tensas e duras. Dois governantes numa sala com seus intérpretes e vários importantes ministros turcos mantidos próximos, para o caso de ser ...

Vencedores e perdedores no ataque turco contra os curdos na síria – Parte III

Por Elijah J. Magnier: https://ejmagnier.com/2019/10/17/winners-and-losers-in-the-turkish-attack-on-the-kurds-in-syria-part-3-of-3/ Na Segunda Guerra Mundial, os Estados Unidos emergiram como os vencedores e se tornaram mais fortes que qualquer outro país do mundo. Os aliados – principalmente a União Soviética – venceram a guerra mas saíram dela muito fracos. Precisavam reconstruir seus países e suas economias, com os EUA exigindo enorme pagamento retrospectivo pelo ...

Ataque turco na Síria: quem perde e quem ganha? Parte II

Por Elijah J. Magnier Só depois de coordenar com os Estados Unidos a definição da linha vermelha da invasão, as forças turcas entraram no nordeste da Síria.  Além disso, Rússia e Estados Unidos bloquearam em conjunto uma resolução elaborada pela ONU para que a Turquia interrompesse o avanço de suas tropas. A Turquia se opôs a que os Estados Unidos armassem, ...

Ataque turco na Síria: quem perde e quem ganha? Parte I

Por Elijah J. Magnier  O presidente Donald Trump ordenou o início de uma “retirada deliberada” de suas tropas e o fim da ocupação do nordeste da Síria (NES). Isso veio acelerar uma corrida entre as forças turcas e sírias para controlar o NES. A Turquia se apressa para estabelecer cerca de 30/35 km de uma zona de segurança ...

O PKK-YPG, terrorista segundo o lado da fronteira

Rede Voltaire | 19 de Outubro de 2019 As YPG apresentam-se como uma organização política síria ligada ao PKK turco. No entanto, a maioria dos seus dirigentes não são sírios, mas, sim turcos, levando a pensar que as YPG são o ramo sírio do PKK. Durante a Guerra Fria, o PKK era um partido revolucionário, ...

Os exércitos sírio e turco tentam ocupar o terreno

Rede Voltaire | 19 de Outubro de 2019 14 de Outubro de 2019 – 17h30 GMT — Assiste-se a uma verdadeira Blitzkrieg no Nordeste da Síria. Informações múltiplas e contraditórias chegam-nos ao mesmo tempo sem que tenhamos os meios para as verificar. Só os Estados com acesso a vigilância aérea ou de satélite o podem ...

Um foguete forçou os EUA à retirada- Detalhes do acordo curdos-russos-sírios

14/10/2019, Elijah J Magnier Blog [tradução corrigida, com quadro explicativo] Na Síria: um conto-do-vigário de duas guerras por procuração 17/10/2019, Patrick Henningsen, 21Wire TV EUA     → →→→ (ing. FDS) ‘FORÇAS DEMOCRÁTICAS SÍRIAS’ YPG/PKK (partidos curdos) ‘terroristas’ Ex-ISIS APOIADOS PELOS EUA TURQUIA     → →→→ (ing. FSA) ‘EXÉRCITO SÍRIO LIVRE’ Jihadistas terroristas APOIADOS PELOS EUA *********** 6ª-feira ...

O que fazer com os terroristas levados para a Síria: Os jihadistas no centro do desacordo atlantista

Rede Voltaire | 14 de Outubro de 2019 A questão dos jihadistas prisioneiros da Coalizão Internacional anti-Daesh está no centro da disputa entre os aliados. O Presidente Trump anunciou no decorrer dos últimos meses a sua intenção de retirar as tropas dos EUA do Norte da Síria, que elas ocupam ilegalmente. Esta retirada resultaria no ...

Os 15 campos de prisioneiros do Daesh no «Rojava»

Rede Voltaire | 17 de Outubro de 2019 A 6 de Outubro de 2019, mercenários curdos do «Rojava» guardavam —por conta dos Estados Unidos— 7 campos de detenção de combatentes do Daesh (E.I.) feitos prisioneiros, além de outros 8 campos para as suas mulheres e filhos. Segundo as YPG, aí haveria 14. 800 combatentes prisioneiros ...